Em Grande Fase
Coluna
Em Grande Fase
Com Edilson Silva

Quem segura o Flamengo?

Por O Dia

Gerson e Bruno Henrique: dois destaques do grande time do Mengão
Gerson e Bruno Henrique: dois destaques do grande time do Mengão -

Desde que os pontos corridos começaram, eu já vi muitos líderes soberanos. O mais avassalador com certeza foi o Cruzeiro de Luxemburgo, em 2003, quando a Raposa foi campeã com incríveis 100 pontos. Mas agora, depois de 15 anos, eu vejo um Flamengo capaz de ter uma campanha parecida. Foram 42 pontos conquistados - por coincidência o mesmo número de gols marcados -, mas após a Copa América o que se viu não foram só números (extraordinários, por sinal), mas também uma equipe que passa por cima de qualquer adversário. O time de Jorge Jesus joga igual no Maracanã e fora dele. Destrói os concorrentes diretos como fez com Palmeiras e Santos. Tem o artilheiro do Brasil cercado de três craques. E a defesa, que era ponto de preocupação, levou apenas dois gols nos últimos seis jogos. Ainda tem um turno inteiro pela frente, é verdade. Mas com todos os fatos, mesmo os que mais torcem contra, no fundo, hoje se perguntam: "Quem segura o Flamengo?"

AGORA SÓ NO RIO

O presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, precisou levar o jogo contra o Corinthians para Brasília pela questão financeira. A vitória veio em um jogo complicado, mas o mandatário já está alinhado e acordado com Oswaldo de Oliveira: até o fim do ano o Tricolor só jogará no Rio de Janeiro, de preferência no Maracanã. Atitude louvável e correta num momento ainda perigoso. Grande fase!

MÉRITOS DO 'POFEXÔ'

Muitos foram contra, outros desconfiaram. Mas o fato é que Vanderlei Luxemburgo está fazendo um grande trabalho no Vasco. Tirou o time da lanterna, conquistou 22 dos 23 pontos e, se o Brasileirão tivesse começado quando ele assumiu, o Cruzmaltino estaria em 8º, de olho no G-6. Méritos do 'pofexô', que se reinventou e está colocando isso em prática. No campo. É isso que o torcedor quer.

NÃO SERÁ TÃO FÁCIL

O Ministério da Economia está de olho na legalização do clube-empresa e divulgou uma nota deixando claro que apoia a movimentação, pois acredita na evolução, mas é contra qualquer 'benefício ou favores fiscais', como prevê o projeto de lei atual costurado por Rodrigo Maia e Pedro Paulo. O Flamengo também já foi contra. Pelo visto, não será tão fácil quanto imaginavam...

 

Comentários