Em Grande Fase
Coluna
Em Grande Fase
Com Edilson Silva

Ser dirigente é 'botar a cara'

Por O Dia

O presidente Alexadre Campello usará os R$ 5 milhões bloqueados para quitar salários atrasados
O presidente Alexadre Campello usará os R$ 5 milhões bloqueados para quitar salários atrasados -
O diretor de futebol do Vasco, André Mazzuco, tem sido o principal responsável por gerir a crise imensa da parte financeira do clube. Foi ele quem se reuniu com os jogadores para ouvir todas as reclamações, insatisfações e, de forma correta, não rebater a decisão dos atletas de não dar mais entrevistas coletivas até a quitação das pendências. O clube deve a eles os meses de dezembro e janeiro, uma parcela do 13° e férias, além de cinco meses de direitos de imagem. Mazzuco ainda “botou a cara” e veio falar com a imprensa sobre todas essas questões, anunciou a contratação de mais um jogador (Martín Benítez, do Independiente) sem custos e ainda blindou o elenco. O papel do dirigente é esse: dar satisfação à torcida, se comunicar com a imprensa e ter o respeito dos jogadores, mesmo com o enorme problema financeiro na Colina. O presidente Alexandre Campello, apesar de eu acreditar que ele esteja trabalhando e fazendo de tudo para sanar os problemas, não apareceu. Me incomoda. Mas ao menos ele deixou o futebol nas mãos de quem tem pulso firme e faz um bom trabalho.

JESUS FEZ MILAGRE, E NÃO FOI O JORGE

Muita gente critica o técnico Tite pela insistência em Gabriel Jesus. Eu acho o atacante um baita jogador, que mostrou isso na Copa América. Mas ontem, pela Liga dos Campeões, ele simplesmente botou o jogo contra o Real Madrid, na Espanha, no bolso. Jogou demais: fez gol, causou a expulsão do Sérgio Ramos e foi crucial na vantagem do Manchester City por 2 a 1 para o jogo de volta. Grande fase!

TEM QUE SER RECÍPROCO, YAYA

Honda chegou ao Botafogo demonstrando toda a sua empolgação em defender o clube. Mas a negociação com Yaya Touré está me mostrando que o marfinense não está tão empolgado assim. Muitas exigências - várias atendidas pelo Botafogo. Cada hora quer uma coisa. Apesar de ser um craque, vale lembrar que completa 38 anos em maio. Não dá para querer tudo assim. Você é grande, o Botafogo te quer, mas você tem que querer também. O Alvinegro é maior ainda.


CHEGOU O CAMISA 10?

Martín Benítez, 25 anos, argentino que era grande promessa do Independiente-ARG, chega ao Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro hoje, às 13h45 (de Brasília). Com Bruno César afastado, a camisa 10 está livre e pode ser que o meia assine com o Vasco para vestir o número consagrado. Pelas informações que tenho, lá não tinha mais clima pela oscilação, mas talento há de sobra. Agora restar saber se ele vai sobrar no Gigante da Colina.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

O presidente Alexadre Campello usará os R$ 5 milhões bloqueados para quitar salários atrasados Rafael Ribeiro/Vasco
Campello deixou o futebol do Vasco nas mãos de quem tem pulso firme ARQUIVO O DIA

Comentários