Por
O empate não foi o ideal, mas passou longe de ser ruim para o Flamengo no Chile, contra o La Calera, pela Libertadores. Apesar da atuação abaixo do esperado, o time teve o dedo de Rogério Ceni. Tanto é que jogou sem volantes e com Filipe Luís de zagueiro. Totalmente ofensivo e buscando a vitória a qualquer custo. Em muitos jogos não vejo o dedo de Ceni no time, mas nesse teve. E é assim que deve ser.