A derrota para o São Paulo, pela Copa do Brasil, fez com que dirigentes do Vasco viessem a público para reclamar da arbitragem. Anderson Daronco, que comandou o confronto em São Januário, teve decisões polêmicas. O pênalti não assinalado a favor dos cariocas em cima de Léo Jabá, quando o jogo ainda estava 0 a 0, a expulsão do técnico Lisca e a forma de conduzir o jogo desagradaram aos vascaínos, que se sentiram prejudicados. Quem achava que o VAR chegaria para acabar com as polêmicas dentro de campo se enganou. Muitos lances que poderiam ser revisados não são. Outros que poderiam ter uma decisão mais rápida, demoram uma eternidade.