No Maracanã, Flamengo vence Santos e respira no Brasileirão

Com vitória, Rubro-Negro salta para décima primeira colocação na tabela do Brasileirão

Por pedro.logato

Rio - Atuando no Maracanã, o Flamengo voltou a vencer no Brasileirão. Com gols de Léo Moura e Hernane, o Rubro-Negro derrotou o Santos, por 2 a 1, e conseguiu se afastar do perigo da zona de rebaixamento. O gol do Peixe foi marcado por Cicero.

Na próxima rodada, o time carioca vai até o Moisés Lucarelli enfrentar a Ponte Preta. Enquanto isso, o Santos recebe o Botafogo. Ambas as partidas acontece no domingo.

Léo Moura marcou pela primeira vez no anoAndré Mourão / Agência O Dia

O JOGO

Mesmo atuando em casa, contra um adversário, que já havia entrado em campo há dois dias, o Flamengo não teve moleza no começo da partida contra o Santos. Os visitantes começaram bem e quase marcaram aos 6 minutos. O ex-jogador do Rubro-Negro, Renato Abreu, fez boa jogada e colocou a bola na cabeça de Everton Costa, que cabeceou para boa defesa de Paulo Victor.

Porém, com o tempo, o Flamengo passou a tomar controle das ações e conseguiu o seu gol aos 19 minutos, em uma jogada bem curiosa. Léo Moura errou o passe para Hernane, mas a bola chegou até o Brocador, que tentou passar por Aranha, mas a bola sobrou para o próprio Léo, que tocou para as redes, marcando o seu primeiro gol pelo Rubro-Negro na temporada.

Com 1 a 0 de vantagem, o time carioca deu uma recuada e permitiu que o Peixe começasse a gostar da partida. Porém, o Alvinegro não conseguiu criar nenhuma boa jogada na primeira etapa que terminou empatada.

No começo da segunda etapa, o Flamengo ampliou. Carlos Eduardo recebeu livre, depois de passe de Paulinho, e rolou para Hernane, que sem goleiro, só colocou a bola para dentro.

Um minuto depois, Everton Costa invadiu a área do Flamengo e foi derrubado por Samir. Na cobrança, Cicero cobrou e diminuiu para o Peixe.

Com o gol do time paulista, a partida ficou mais equilibrada, com ambas as equipes procurando jogadas ofensivas. O Flamengo manteve mais a posse de bola, mas o Santos era bastante perigoso nos contra-ataques. No fim, o placar não foi alterado, e o Rubro-Negro conseguiu os três pontos para respirar no Brasileirão.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia