Mano Menezes admite: 'Reforços foram prometidos para o ano que vem'

Treinador também mostrou preocupação com a lateral direita

Por bernardo.argento

Rio - Mano Menezes desembarcou na Gávea declarando que necessitava de pelo menos três ou quatro reforços pontuais para não passar riscos no Campeonato Brasileiro. No entanto, chegaram apenas o lateral-esquerdo André Santos e o zagueiro Chicão.

Mano Menezes sabe que só poderá contar com reforços no próximo ano Márcio Mercante / Agência O Dia

Em entrevista concedida ao canal Fox Sports, o comandante rubro-negro admitiu que não teria uma equipe competitiva nesta temporada. Mesmo diante dessa panorama, aceitou o desafio de reerguer o time a longo prazo.

"Foram prometidos reforços mais para o ano que vem. O Flamengo não tinha dinheiro para trazer jogadores agora e viu as possibilidades que existiam no mercado. Sabemos que o risco é muito maior e que o percentual de acerto é menor quando se traz jogadores desconhecidos", admitiu.

Outra dor de cabeça do treinador é a lateral direita. Como não tem opções para a posição (Léo Moura é o único lateral direito de origem), Mano acaba tendo que apela para improvisação. Ele poderia promover Digão, da categoria de base, mas prefere não colocar o garoto no "fogo".

"Tenho utilizado o Luiz Antonio porque tem mais experiência do que o Digão. Já utilizei o Paulinho também. No caso do Léo Moura, temos de pensar diferente. O Flamengo precisa encontrar um jogador que, no mínimo, dê capacidade de usar melhor o Léo. E já pensando no futuro, até porque uma hora o Léo vai parar", explicou

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia