Pelaipe descarta pedir para sair e desconhece interesse em Valdivia

Diretor-executivo está pressionado no Flamengo

Por fabio.klotz

Pelaipe é contestado pela torcida do FlamengoMaíra Coelho / Agência O Dia

Rio - Paulo Pelaipe está no meio da crise que se instalou no Flamengo. O diretor-executivo é contestado e principal alvo da ira de torcedores. A torcida coloca na conta de Pelaipe a culpa pelo ano ruim do clube no futebol. As críticas fazem com que o cargo do profissional fique em xeque. Uma possível saída foi ventilada. Nesta sexta, o homem-forte do futebol avisou: não vai pedir o boné.

"Por conta própria eu não vou pedir para sair. Não sou covarde. Aceitei um desafio. A diretoria sempre foi muito correta comigo", disse Pelaipe.

O dirigente esvaziou o interesse do Flamengo em contratar Valdivia para a sequência do Brasileiro.

"Eu desconheço este assunto. Não foi falado nada comigo. Conversei ontem (quinta-feira) e hoje (sexta) com o vice-presidente (Wallim Vasconcellos). Se tivesse alguma coisa o vice-presidente teria me comunicado", garantiu.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia