Flamengo precisa de R$ 25 milhões para fechar as contas do ano

Clube pode adiantar receitas e até pedir empréstimo

Por fabio.klotz

Presidente acompanha a polêmica dos ingressosDivulgação

Rio - O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, falou sobre a arbitrariedade do Procon e admitiu que apenas a renda da final da Copa do Brasil, contra o Atlético-PR, estimada entre R$ 8 e 9 milhões, não será suficiente para fechar as contas do ano.

“Para conseguirmos fechar o ano precisamos de R$ 25 milhões. Se não conseguimos vamos ter que dar um jeito. Adiantar as cotas de 2018, 2019, empréstimos. Vamos ter que levantar recursos que teríamos de pagar na frente”, afirmou Bandeira de Mello, que garantiu ter o apoio da torcida.

“Temos o direito de fazer isso. A grande maioria da torcida entende. Os verdadeiros rubro-negros estão nos apoiando. Precisamos pagar os impostos em dia para termos as certidões negativas. É um preço justo para ser praticado nesse momento”.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia