Por pedro.logato

Rio - O Flamengo apresenta as suas armas. Depois de fechar com Elano, que será anunciado a qualquer momento, o clube fortaleceu a retaguarda. O zagueiro equatoriano Frickson Erazo chega semana que vem para fazer exames médicos e, se tudo der certo, ser anunciado.

O foco, agora, é na linha de frente. Ataque e meio-campo precisam de reforços. Segundo o vice de futebol, Wallim Vasconcellos, mais quatro jogadores de vem chegar. Na última quarta, na reapresentação do elenco no Ninho do Urubu, Everton vestiu a camisa.

Wallim prometeu novos reforçosMárcio Mercante / Agência O Dia

Alecsandro rescindiu com o Atlético-MG, ontem, e as negociações com o Flamengo devem avançar para um final feliz. Com criatividade, sem comprometer o orçamento, o Rubro-Negro se fortalece, de olho no sonho de conquistar a Libertadores.

“Vamos ter um time melhor do que no ano passado. É muito difícil (ganhar a Libertadores), mas sabemos do nosso potencial. Depende muito do começo. Acredito que vamos passar da primeira fase. Depois é mata-mata, e o Flamengo gosta desse tipo de competição”, disse Wallim, que se mostrou otimista: 

“Se mantivermos esse nível de comprometimento, capacidade a gente tem. Não vi nenhum time que seja um bicho papão. Vamos trazer mais reforços para termos o desempenho que nós e a torcida esperamos.”

Wallim afirmou que espera fechar o grupo até a estreia no Carioca, dia 19. A ideia é fazer três semanas de preparação no Ninho do Urubu e só depois começar a usar força máxima no Estadual, para pegar ritmo antes da estreia na Libertadores, dia 12 de fevereiro, contra o León, no México.

Você pode gostar