Luxemburgo admite dificuldades para escalar o time que enfrentará o Coritiba

Treinador está preocupado com a condição física de alguns jogadores e estuda melhor forma de poupá-los

Por edsel.britto

Rio - A boa fase do Flamengo no Campeonato Brasileiro trouxe consequências para o elenco. Jogando sempre no limite, Luxemburgo admitiu que alguns jogadores estão sentido o ritmo intenso da temporada e começa a estudar a melhor forma de poupar os atletas sem perder qualidade na equipe.

"Não é para enganar, é o meu trabalho. O CK (nível de fadiga) dos jogadores está alto, vamos ver até amanhã (quarta) para ver a recuperação de cada um. Temos que ver o que vamos fazer já pensando no jogo de sábado, pois temos pouco tempo de domingo para quarta e quarta para sábado", explicou.

Luxemburgo admitiu que deve poupar alguns titulares no jogo desta quarta-feiraMárcio Mercante

Luxa reconheceu que tirar a vantagem do Coritiba nesta quarta-feira será uma missão muito difícil. O Flamengo precisa vencer por quatro gols de diferenças para avançar à próxima fase da Copa do Brasil.

"É difícil, no modo prático de falar. Temos que marcar quatro e não sofrer nenhum. Sabemos que esses resultados de quatro gols são difíceis de acontecer. Primeiro temos que pensar em um gol para depois pensar no segundo. Sem o segundo não dá para pensar no terceiro. Vamos com o intuito de querer passar, mas tudo ao seu tempo", analisou.

Apesar do desgaste físico dos jogadores, Luxemburgo revelou que já tem uma estrategia traçada para poder aproveitar o máximo de jogadores titulares possíveis no confronto desta quarta-feira: "Estou levando todos, pois posso usá-los 45 minutos de um tempo ou de outro. Já fiz isso algumas vezes. se precisar dentro do jogo, dos que jogaram domingo, vamos optar por tirar os que estão mais cansados", finalizou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia