Presidente afirma que o pagamento por Hernane ainda não foi quitado por Árabes

Brocador foi negociado com o Al Nassr, em agosto, e o Rubro-Negro ainda espera R$ 7 milhões referentes ao negócio

Por victor.abreu

Eduardo Bandeira de Mello aguarda pagamento de Árabes Márcio Mercante

Rio - A transferência de Hernane para o futebol árabe está gerando uma dor de cabeça e tanto para o Flamengo, tudo isso porque o Al Nassr, da Arábia Saudita, ainda não teria depositado os R$ 14 milhões referentes à ida do atacante ao clube. Assim então, o Rubro-Negro estaria sem receber os R$ 7 milhões que tem direito. A data do pagamento teria sido estipulada até a última segunda-feira, mas não foi cumprida.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

Diante do problema, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Melo, disse em entrevista à Radio "Bradesco Esportes FM" que confia nos dirigentes do Al Nassr, mas esperava que o dinheiro fosse depositado até a última terça-feira.

"Nós temos confiança que o Al Nassr irá nos pagar pelo Hernane nas próximas horas. São pessoas de bom caráter e vão fazer aquilo que é certo. Não estamos preocupados com o famoso calote, não vai acontecer", afirmou o mandatário rubro-negro.

Outro fator negativo, envolvendo o futebol no Oriente Médio, aconteceu com o atacante Elton, recém-contratado pelo Flamengo. Ele também teve passagem conturbada pelo Al Nassr. O jogador saiu da Arábia reclamando publicamente que teria ficado pouco menos de um ano no time sem receber salário por este período.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia