Após derrota para o Grêmio, Luxa faz pedido: 'Não podemos nos abater'

Treinador ressaltou que tanto Flamengo quanto o Tricolor Gaúcho poderiam ter vencido o duelo deste sábado

Por bernardo.argento

Rio - O Flamengo viu a sequência positiva acabar na derrota para o Grêmio, por 1 a 0, neste sábado, no Maracanã lotado. A torcida apoiou o time, que brigou bastante dentro de campo, mas não conseguiu os três pontos. O técnico Vanderlei Luxemburgo lamentou o revés, mas garantiu que a equipe não vai sentir o golpe.

LEIA MAIS: Grêmio marca gol no fim e interrompe sequência positiva do Flamengo

"Não podemos nos abater. O time jogou, não se omitiu, e foi uma derrota. Pertence ao futebol. Fizemos um bom jogo e qualquer um dos dois poderia ganhar", afirmou.

FOTOGALERIA: Confira as imagens da derrota do Flamengo

O próximo confronto do Rubro-Negro será contra o Goiás, em Cuiabá, na quarta-feira, na Arena Pantanal, às 22h. O treinador comemorou o fato de ter maioria de flamenguistas no estádio.

Paulo Victor não conseguiu evitar o gol de Luan aos 45 minutos do segundo tempoErnesto Carriço

"Vamos descansar e vamos para Cuiabá, onde vamos encontrar um estádio com a maioria a nosso favor", completou.Flamengo e Grêmio tinham diversos ingredientes para apresentarem um belo jogo de futebol no Maracanã. A Nação Rubro-Negra já havia esgotado todos os ingressos para a partida, na sexta-feira, e todos esperavam a sexta vitória consecutivas no Brasileirão, que não veio graças ao gol de Luan, aos 45 minutos do segundo tempo, que deu os três pontos para os gaúchos. O jogo marcou também o recorde de público desta edição da competição, com 59.680 torcedores nas arquibancadas.

Na estreia da sua terceira camisa, apelida de 'Flamengueira', a Nação aproveitou o encontro com os gremistas para deixar um recado contra o racismo. Diversos cartazes e mensagens no telão do Maracanã foram exibidos contra o preconceito.

Flamengo entrou em campo com os desfalques de Everton e Wallace, suspensos, e Léo, Paulinho e Luiz Antônio, machucados. Além deles, Víctor Cáceres estava com a seleção paraguaia.

Com o resultado, o Flamengo permaneceu nos 25 pontos, ocupando a 10ª colocação. O Tricolor Gaúcho chegou aos 31, na quinta colocação. Na próxima rodada, o Rubro-Negro enfrenta o Goiás, quarta-feira, na Arena Pantanal. No mesmo dia, Grêmio recebe o Atlético Paranaense.

Com a torcida apoiando, o Flamengo tentou dominar o jogo desde o início. Mas o Grêmio esteve melhor e assustou primeiro. Fellipe Bastos cobrou falta com força, a bola quicou, e o goleiro Paulo Victor teve problemas para espalmar. O volante tentou em mais dois chutes de fora da área, mas o goleiro rubro-negro evitou o gol em ambas batidas.

Gremista tenta avançar diante da marcação rubro-negraUanderson Fernandes

Nervosos, os donos da casa esbarravam na marcação gremista. Lucas Mugni e Héctor Canteros estiveram apagados durante boa parte do primeiro tempo. O Flamengo errava passes preciosos na frenta zaga adversária. O Grêmio criava poucas oportunidades e optava pelo contra-ataque.

Já no fim do primeiro tempo o Grêmio ameaçou mais uma vez. Giuliano entrou na área e bateu sem força, de canhota, Paulo Victor espalmou para frente e Dudu pegou o rebote. O atacante tentou encobrir o goleiro, que, com a ponta dos dedos, salvou o gol. A resposta do Flamengo veio com Arthur. O atacante dominou o cruzamento de Márcio Araújo e girou de primeira, a bola passou por cima do travessão do goleiro Marcelo Grohe.

Na volta do intervalo, o jogo continuava sonolento. O Grêmio, em um contra-ataque puxado por Matheus Biteco, tentou com Dudu. O atacante recebeu na velocidade e driblou o goleiro Paulo Victor, mas a bola correu demais e saiu pela linha de fundo.

O Flamengo acordou e assustou duas vezes. Na primeira, Recife mandou uma bomba de fora da área e o goleiro Marcelo Grohe voou para defender o chute no ângulo. Na cobrança de escanteio, a defesa tricolor afastou mal e a bola sobrou nos pés de Marcelo. O zagueiro tentou, mas o goleiro fez mais uma defesa evitando o gol.

Os donos da casa chegaram mais uma fez com Alecsandro. O atacante recebeu cruzamento de Léo Moura e mandou de cabeça. A bola passou próximo da trave de Marcelo Grohe. Faltava criatividade na armação de jogadas de ataque do Flamengo. As chances surgiam em lances isolados e em penetrações laterais.

A pouco minutos do fim, o Flamengo tentou pressionar o Grêmio. Eduardo da Silva, que entrou no lugar de Arthur, e Canteros desperdiçaram duas chances de marcar. Mas o gol da vitória foi do Grêmio. Aos 45 minutos do segundo tempo, Fernandinho deu bom passe para Luan, que tocou na saída do goleiro Paulo Victor para levar os três pontos para Porto Alegre.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia