Flamengo se despede de excursão na NBA com dura derrota para o Memphis

Rubro-Negro resiste somente até metade do segundo quarto e leva uma surra de 40 pontos de diferença nos Estados Unidos

Por fabio.klotz

Estados Unidos - O Flamengo se despediu da excursão na NBA com uma dura derrota. Porém, com o orgulho de ter participado da pré-temporada da principal liga de basquete do mundo. O atual campeão da Copa Intercontinental equilibrou o jogo até a metade do segundo quarto, mas não foi páreo para o Memphis Grizzlies e perdeu por 112 a 72, nesta sexta-feira.

Benite tenta superar a marcação de Zach Randolph: ala-armador do Fla fez quatro pontosEfe

As três derrotas (o Fla também perdeu para o Phoenix Suns e Orlando Magic) ficam em segundo plano. Na bagagem rubro-negra, a experiência e o aprendizado de encarar times da NBA. Além disso, pôde conhecer a estrutura da liga norte-americana e divulgou o nome e marca para o mundo. Em quadra, mostrou brio e valor e resistiu ao máximo diante de uma liga superior. Agora, volta o foco para a temporada, na qual tem pela frente o Carioca, Liga das Américas e Novo Basquete Brasil (NBB) - o time é o atual campeão dos três torneios.

Nesta sexta-feira, contra o Memphis, o Flamengo pagou caro pelos erros. Cometeu 30 ao todo. O armador Nico Laprovittola teve uma noite para esquecer. O argentino terminou a partida zerado e com dez erros. O cestinha rubro-negro e do duelo foi o ala Marcelinho Machado, autor de 17 pontos, com 50% de aproveitamento na linha dos três pontos (converteu cinco tentativas em dez). Marquinhos anotou 14 pontos, um a mais do que Meyinsse.

Pelo lado do Memphis Grizzlies, o principal pontuador foi o pivô espanhol Marc Gasol. Ele anotou 15 pontos, um a mais do que Tony Allen.

O jogo

O Flamengo começou bem o duelo e soube variar as jogadas com Meyinsse e as bolas longas de Marcelinho. O ala acertou duas em sequência. O Rubro-Negro colocou 10 a 2 no placar. O Memphis parou o jogo. A conversa surtiu efeito. O clube norte-americano passou a atropelar e emendou uma sequência de 25 a 2. O time carioca errava (foram noves erros no primeiro quarto) em demasia. A alternativa foi apostar nos tiros longos. As bolas voltaram a cair na reta final do quarto. A diferença caiu para sete pontos (27 a 20).

Flamengo não teve vida fácil contra a defesa do MemphisEfe

A reação rubro-negra continuou no segundo quarto. O Flamengo conseguiu empatar o jogo: 36 a 36. Porém, por pouco tempo. O time voltou a errar em demasia. O Memphis se aproveitou e fez uma corrida de 19 a 0. Marcelinho acabou com a seca com uma bola de três. Pouco. O Memphis foi para o intervalo vencendo por 21 pontos (62 a 41).

O Flamengo encontrou dificuldade contra a defesa do Memphis no primeiro tempo. Além disso, a noite apagada de Laprovittola (sete dos 20 erros do time no primeiro tempo) empacou o ataque rubro-negro, que viveu de bolas longas (oito acertos em 14 tentativas) nos dois primeiros quartos. Na defesa, o clube carioca não conseguiu parar o espanhol Marc Gasol, autor de 14 pontos no primeiro tempo.

Até as bolas de três do Flamengo pararam de cair no terceiro quarto. O que se viu então foi um passeio do Memphis em quadra. A vantagem pulou para a casa dos 40 pontos. O Fla fez apenas 13 pontos no terceiro quarto. O Memphis não diminuiu o ritmo e tratou de liquidar o jogo, indo para o último quarto com 34 pontos (88 a 54) de frente.

No último quarto, o Memphis rodou ainda mais o time, com novatos. Porém, perdeu ritmo e viu o Flamengo diminuir a diferença aproveitando o pivô Meyinsse. Mas logo o time norte-americano retomou as rédeas do jogo e levou a diferença novamente para a casa dos 40 pontos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia