Mais Lidas

Zagueiro Wallace lembra títulos e revela: 'Quero me perpetuar pelo Flamengo'

Defensor ficou impressionado com a torcida rubro-negra na final do Campeonato Carioca deste ano, contra o Vasco

Por rodrigo.hang

Rio - No Flamengo desde o início de 2013, Wallace se estabeleceu no time titular. Dono da vaga da equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo, o zagueiro relembrou dois momentos importantes da sua passagem pelo Rubro-Negro: os títulos da Copa do Brasil de 2013 e do Campeonato Carioca de 2014. Para ele, a força da torcida foi o que mais o impressionou na conquista do estadual, sobre o arquirrival Vasco.

Wallace exalta força da torcida do FlamengoDivulgação

"Teve dois momentos que me marcaram bastante. A final da Copa do Brasil, por ter dado a volta por cima, por tudo que eu tinha deixado de fazer no Corinthians e no Flamengo eu estava passando por um processo de readaptação, de voltar a jogar. E a final em cima do Vasco, esse ano, porque nosso time não jogou nada, estava entregue, e o que marcou foi a questão de, aos 46 minutos (do segundo tempo), ver um time sem alma, sem reação e o torcedor do Flamengo não foi embora. Quando a gente fez o gol de empate, olhamos para trás e a torcida do Vasco tinha ido embora. Então, acho que essa essência da torcida tão visceral do Flamengo ficou marcado para mim, independente do título. O título foi consequência", revelou o defensor em entrevista para a TV Fla.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

O zagueiro participou de um encontro com o escritor Marcelo Abinader, que lançou o livro 'Uma viagem a 1912: Surge o futebol do Flamengo', em 2010. Wallace, que é apaixonado por leitura, acredita que todo jogador deve saber a história do clube no qual está jogando.

"O jogador tem que ter essa responsabilidade de saber a história do clube, seja em grande escala ou menor. É importante saber até porque, se num dia for falar do seu clube, que paga seu salário, saiba alguma coisa", disse Wallace, para em seguida revelar que sua vontade é continuar no Flamengo por muito tempo.

"Eu vou ser um pouco modesto, mas acho que tem jogadores com histórias mais interessantes do que a minha. Mas a minha intenção é me perpetuar pelo Flamengo porque, inclusive o Vanderlei Luxemburgo citou isso, no Flamengo você não é chamado, você é convocado.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia