Presidente do Fla adota tom cauteloso ao comentar agressão a Ricardo Berna

Bandeira de Mello disse que achou estranha atitude da torcida

Por pedro.logato

Rio - Ao comentar sobre a agressão sofrida pelo goleiro Ricardo Berna e sobre a invasão ao vestiário do Macaé, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, adotou um tom cauteloso. Segundo o mandatário, as falhas de segurança do estádio foi surpreendentes.

"Eu achei estranho isso acontecer pela facilidade com que esse torcedores invadiram o estádio. Além disso, uma partida entre Flamengo e Macáe, um jogo de Estadual, é um confronto que não envolve realidade", afirmou.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

Ao comentar sobre possíveis atitudes que o Flamengo pode tomar contra integrantes de torcida organizada, o presidente afirmou que vai preferir aguardar a investigação. "Ainda não podemos direcionar a culpa para nenhuma torcida organizada específica. Temos que esperar", finalizou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia