Por pedro.logato

Rio - A classificação antecipada na Copa do Brasil escapou no fim, mas não há tempo para lamentar. De volta ao Rio, o Flamengo já volta os seus olhos para o clássico de domingo com o Botafogo no Maracanã. E mais do que a vitória para alcançar a liderança do Campeonato Carioca, o Rubro-Negro tenta responder em campo à provocação sadia de Bill.

Confiante, o atacante alvinegro que disputa a artilharia da competição com Marcelo Cirino — os dois têm quatro gols, um a menos que Fred — avisou, no início da semana, que o Rubro-Negro passará em branco no clássico. E ainda prometeu. “Podem ter certeza de que nesse jogo ele (Cirino) não vai fazer gol. Mas eu vou marcar.”

Marcelo Cirino tem quatro gols no CariocaBruno de Lima

A declaração, cada vez mais rara no futebol atual, dá um toque a mais na rivalidade. Um duelo de artilheiros motivados pode dar mais emoção ao duelo de domingo, mas Marcelo Cirino prefere não cair na provocação. E ainda desafiou Bill .

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

“Não ouço ou procuro saber o que adversário fala. Deixa ele falar o que quiser, eu vou procurar fazer o meu trabalho. Quero ver se ele vai fazer mesmo (o gol)”, afirmou.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Carioca

Em seu segundo clássico pelo Flamengo, o primeiro no Maracanã, Marcelo Cirino quer desencantar, mas não se preocupa com o duelo particular com Bill. Para ele, a liderança é o que mais importa.

“Você fica marcado na carreira se fizer gol em um clássico. Mas estou tranquilo, se o Fla vencer já ficarei feliz”, avisou o atacante, que recebeu o apoio de outro ‘adversário’ pela artilharia. “Quem tem boca fala o que quer. Ele (Bill) tem que falar depois do jogo. Antes todo mundo fala”, frisou Alecsandro, com três gols no Carioca.

Com dor, Cáceres é dúvida

Sem saber se terá Everton contra o Botafogo, o técnico Vanderlei Luxemburgo pode perder outro jogador. Cáceres está com dor nas regiões cervical e dorsal, devido a um choque no jogo contra o Brasil de Pelotas, e será reavaliado. Se não estiver melhor, será vetado.

Fora do campo, o Flamengo ainda perdeu o Maracanã por uma rodada. Punido com a perda de um mando de campo pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RJ) pela invasão de torcedores ao vestiário do Macaé, na primeira rodada, o Rubro-Negro jogará no Engenhão contra o Friburguense, dia 7.

A decisão foi confirmada nesta quinta-feira pela Federação de Futebol do Rio.

Você pode gostar