Guerrero tem estreia de gala e ajuda Fla a quebrar jejum contra o Internacional

Atacante peruano fez gol, deu assistência e comandou o Rubro-Negro na vitória sobre o Colorado no Beira-Rio; cariocas não venciam no estádio do Rio Grande do Sul há 13 anos

Por pedro.logato

Rio Grande do Sul - A estreia de Paolo Guerrero com a camisa do Flamengo não poderia ser melhor. O atacante fez o primeiro dele pelo Rubro-Negro, na primeira etapa, e ainda deu um belo passe para Everton definir o resultado no segundo tempo. Com a vitória por 2 a 1, os cariocas se afastam um pouco mais da proximidade da zona de rebaixamento e o treinador Cristóvão Borges ganha uma sobrevida no comando do clube. A equipe da Gávea não vencia a equipe gaúcha no Beira-Rio há 13 anos.

Na próxima rodada, o Flamengo terá pela frente o Corinthians, no Maracanã, ás 16 horas de domingo. Por conta de um acerto contratual, Guerrero não poderá enfrentar o ex-clube. Já o Internacional vai atér Joinville encarar o lanterna da competição no mesmo dia e horário.

Flamengo derrotou o Internacional por 2 a 1 Edu Andrade / Estadão Conteúdo

O JOGO

Mesmo pressionado, o Flamengo começou melhor a partida contra o Internacional. Embalado pela estreia de Guerrero e aproveitando a tensão da equipe colorada, que vinha de derrota dentro de casa, o Rubro-Negro criou a primeira oportunidade da partida. Com apenas dois minutos, Canteros cruzou para a área, a bola passou pelo peruano e por Emerson Sheik e foi para fora.

Aos 10 minutos, na primeira chance real que teve, Guerrero abriu o placar. Jorge lançou Canteros, que estava impedido, o argentino cabeceou para a área e o peruano se antecipou a Muriel e colocou a bola no fundo da rede da equipe de Porto Alegre.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

Guerrero teve grande atuação no Beira-RioEdu Andrade / Estadão Conteúdo

Com a vantagem no placar, os rubro-negros diminuíram o ritmo. Apesar disso, os gaúchos não se achavam na partida. A melhor chance do Internacional na primeira etapa só veio aos 35 minutos. Valdívia teve liberdade e soltou a bomba, a bola subiu demais e passou por cima da meta de César.

O segundo tempo começou com o Internacional buscando uma pressão sobre o Flamengo. Com apenas cinco minutos, o lateral-esquerdo convocado por Dunga, Gefferson recebeu em boas condições, mas acabou finalizando muito mal, longe do gol de César. Aos nove, o Rubro-Negro respondeu. Canteros recuperou a bola e ficou na cara de Muriel, porém, na hora da finalização, o argentino não foi bem e facilitou a vida do goleiro colorado.

Só que próximo da metade da segunda etapa, apareceu novamente a estrela do peruano. Emerson Sheik arrancou com a bola e tocou para Guerrero, o atacante segurou e deu belo passe para Everton acertar um belo chute no ângulo, sem chances de defesa para Muriel.

Com a vitória praticamente construída, o Flamengo ganhou confiança no jogo e poderia até mesmo ter ampliado mais o placar, caso Cáceres e Canteros tivessem caprichado mais nas chances que tiveram. No fim, Ernando diminuiu para a equipe colorada, mas não houve tempo para mais nada.


FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 1 X 2 FLAMENGO

Estádio: Beira Rio, em Porto Alegre (RS)
Data/hora: 8/7/2015 - 22h (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Fabio Pereira (TO) e Bruno Raphael Pires (GO)
Cartões amarelos: Jorge, Geferson, Nico Freitas e Rafael Moura
Cartões vermelhos: -

GOLS: Guerrero (10'/1ºT), Everton (20'/2ºT) e Ernando (47'/2ºT)

INTERNACIONAL: Muriel, William, Ernando, Alan Costa e Geferson; Rodrigo Dourado (Nico Freitas - Intervalo), Wellington Martins, D'Alessandro (Vitinho - 15'/2ºT), Alisson Farias (Rafael Moura - Intervalo) e Valdívia; Lisandro Lopez. Técnico: Diego Aguirre.

FLAMENGO: Cesar, Ayrton, Wallace, Marcelo e Jorge; Cáceres (Márcio Araújo - 38'/2ºT), Jonas e Canteros; Everton, Emerson Sheik e Guerrero. Técnico: Cristovão Borges.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia