Oswaldo de Oliveira faz análise da derrota do Fla e diz: 'série de detalhes'

Técnico afirma que Rubro-Negro pecou em alguns lances, como o pênalti desperdiçado, que poderia ter mudado o jogo

Por jessica.rocha

Minas Gerais - A derrota do Flamengo para o Atlético-MG neste domingo não cai bem, já que a meta do Rubro-Negro era voltar ao G-4. Apesar do resultado negativo, a partida serviu para o técnico Oswaldo de Oliveira analisar o desempenho da equipe carioca, que pecou nos detalhes.

"Fez uma diferença muito grande (gols sofridos por bolas aéreas). Algumas circunstâncias que não tínhamos passado e hoje acabaram acontecendo. Por exemplo, no jogo passado tomamos um gol de pênalti logo no início e aquilo foi decisivo para o restante da partida. Hoje tivemos a mesma oportunidade e não conseguimos. Uma série de detalhes que acabaram decidindo a partida. No volume normal do jogo, pela evolução das duas equipes, acho que o Flamengo não foi tão mal. Fez boas movimentações, criou boas oportunidades na partida", afirmou. 

Após seis vitórias seguidas%2C Oswaldo de Oliveira amarga a segunda derrota à frente do FlamengoGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

Por ser um campeonato longo, o Brasileirão é marcado por mudanças, pois nem sempre todo clube consegue emplacar uma sequência. Mas para Oswaldo, o time que melhor saber se comportar, irá obter os melhores resultados.

"Isso é uma contingência que tenho visto na maioria das equipes do campeonato. Exceto Corinthians, umas um pouco mais e outras um pouco menos, todo mundo passa por isso. Quem tiver mais equilíbrio, mais consistência, vai acabar conseguindo ocupar as melhores vagas", acrescentou.

Quanto ao resultado, Oswaldo deu méritos ao Atlético-MG, pelo bom futebol apresentado: "O Atlético-MG é muito bem preparado nisso. O Flamengo vinha se saindo muito bem. Hoje, no confronto com uma equipe que tem essa particularidade muito forte, tivemos uma insistência em determinados pontos e não conseguimos suprir. Nós tivemos o mesmo número de escanteios que o Atlético-MG, mas eles foram mais eficientes do que nós. Nas faltas laterais também foi uma coisa muito parecida. É uma equipe que treina isso há bastante tempo, os jogadores se conhecem bastante, e hoje realmente levaram vantagem sobre o Flamengo que vinha se saindo bem nessa parte".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia