Por fabio.klotz
Publicado 18/02/2016 16:06 | Atualizado 18/02/2016 18:19

Rio - O Flamengo e Ronaldinho fizeram um acordo na Justiça e encerraram a questão judicial que tramitava desde 2012, quando o atleta acionou o clube cobrando indenização. No termo de conciliação, homologado pela 9ª Vara do Trabalho da 1ª Região do TRT do Rio, o Rubro-Negro vai pagar R$ 17 milhões ao jogador. 

Ronaldinho e Luxa na época de Flamengo%3A parceria acabou malMárcio Mercante / Agência O Dia

"O Flamengo e Ronaldinho chegaram a um acordo para por fim aos três processos que mantinham na Justiça do Trabalho. Nenhum dinheiro do orçamento do Flamengo será empregado. Todo o dinheiro que será utilizado no acordo será feito através do ato trabalhista, ou seja, receitas que o clube recolheu pela Justiça do Trabalho. Não haverá com isso nenhum impacto financeiro para o clube. Para o Flamengo foi vantajoso pelo que se esperava, acreditamos que foi justo e assim o clube está dando mais um passo para se livre da pendências financeiras do passado para que em um futuro próximo possa vir a ter uma situação equilibrada, livre de penhoras para os seus credores", disse o vice jurídico do clube, Flávio Willeman.

A sentença aponta que o Flamengo vai pagar R$ 5 milhões na primeira parcela, com os R$ 12 milhões restantes dividos em dez parcelas mensais de R$ 1,2 milhão.

O valor do acordo, ainda segundo o termo de conciliação, corresponde à "cláusula compromissória desportiva" (R$ 8,75 milhões), "multa do art. 479 da CLT (R$ 6,25 milhões) e "indenização por danos morais" (R$ 2 milhões).

Em 2012, Ronaldinho entrou na Justiça para se desligar do Flamengo e cobrou do clube o valor de R$ 50 milhões, entre vencimentos atrasados e indenização por danos morais. O Rubro-Negro, desde então, trabalhou para diminuir a quantia e para chegar a um acordo.

Passagem conturbada

Ronaldinho chegou ao Flamengo, em 2011, com pompa de craque mundial. A parceria começou com título invicto do Carioca. Ele também ajudou o clube a se classificar para a Libertadores do ano seguinte. Porém, os problemas já surgiram, com a dificuldade de o Rubro-Negro em arcar com os vencimentos (a Traffic, parceira do clube na empreitada e que pagava a maior parte do salário do craque, desistiu do negócio).

Os problemas só aumentaram em 2012, com polêmica na pré-temporada, na qual o craque teria levado uma mulher ao hotel. Ronaldinho passou a ser contestado também pelo desempenho em campo. A relação conturbada teve o fim em maio, quando ele entrou na Justiça e se desligou do Flamengo.

Pelo Rubro-Negro, Ronaldinho disputou 74 jogos e fez 28 gols.

Você pode gostar