Muricy avalia atuação do Flamengo e vê saldo positivo para sequência do ano

Treinador gostou da atuação de nomes como Ederson, Alex Muralha e Vizeu, e enxerga alternativas para equipe

Por edsel.britto

Rio - De olho na sequência da longa temporada que tem pela frente, Muricy pôde contra o Bangu fazer alguns testes no time do Flamengo e a vitória por 3 a 1 e a boa atuação, mostrou ao técnico que ele pode ter alternativas no elenco. Uma delas é o meia Ederson. Voltando de lesão e sem atuar há 104 dias, o camisa 10 jogou bem na avaliação do treinador apesar do longo tempo inativo. Além disso, o técnico Rubro-Negro rechaçou a palavra descanso para os titulares e afirmou que o grupo treinou no sábado no Ninho do Urubu.

"Não descansamos os titulares. Eles ficaram no Rio para treinar porque vai começar uma sequência forte de partidas. Inclusive treinaram hoje (sábado). O Ederson foi até onde deu para aguentar. Falta jogo a ele. Está distante do que é porque hoje jogou num campo maior e vem treinando em campo reduzido. Hoje ele atuou no tempo de jogo programado", afirmou Muricy Ramalho em entrevista coletiva após o jogo.

Muricy Ramalho ficou satisfeito com a atuação do Flamengo contra o BanguGilvan de Souza / FlaImagem

Destaque da partida com dois gols, Filipe Vizeu voltou a ser elogiado por Muricy Ramalho, que destacou as qualidades do garoto como pivô à moda antiga.

"É aquele centroavante à moda antiga. Faz papel de pivô e dentro da área é perigoso. Teve as oportunidades e agarrou. Nos treinos a gente percebe até pelo olhar dele. Mas tem que ter calma porque é um menino, e a gente não pode se acostumar. É muito jovem, mas ouve muito e não é só ele. Tem Paquetá, Léo, Ronaldo... uma molecada boa. Agora estamos olhando com carinho, estou perto deles no Ninho e posso conhecer melhor", disse o treinador Rubro-Negro que também elogiou a partida de Alex Muralha.

"Foi nas bolas e bem no pênalti, mas também precisa jogar mais. A parceria dele com o Paulo Victor é importante, um vai puxando o outro. É uma concorrência saudável, que fez o Paulo Victor crescer demais. Temos um treinador de goleiros, o Victor Hugo, que fez os dois melhorarem."

Felipe Vizeu tem correspondido às expectativas e voltou a ser elogiado por MuricyGilvan de Souza / FlaImagem

Questionado sobre o imbróglio entre Flamengo e Ferj, por conta do mando de jogos por parte do Rubro-Negro, em Brasília, durante o Campeonato Brasileiro, Muricy fez apelo ao bom senso da Federação e da CBF já que os clubes cariocas não possuem uma sede na cidade por conta da Olímpiada.

"A Federação do Rio e a CBF têm o dever de ver os clubes do Rio de forma diferente neste ano porque não tem campo. Então é preciso abrir exceção para cada um escolher o seu lar. Tenho experiência, e se não for feita essa logística não tem chance nenhuma. Pedimos para que eles entendam. O Flamengo sempre leva bom público a Brasília, onde somos bem recebidos. Esperamos que federação e CBF nos olhem com carinho, porque os times do Rio vão ter problema. Ainda dá tempo. Vamos deixar a gente defender nosso time nesses lugares."

Classificado no Carioca, o Flamengo volta a campo na quarta-feira e enfrenta o Figueirense, às 19h30, pela Primeira Liga, mas ainda sem local definido para o confronto.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia