Flamengo usa força máxima rumo ao topo da tabela no Brasileiro

Mesmo a três dias de jogo pela Liberta, Barbieri decide não poupar titulares no duelo contra o América-MG

Por O Dia

Maurício Barbieri
Maurício Barbieri -

Rio - O Flamengo busca abraçar o país e o continente com as pernas. Por isso, mesmo com a partida decisiva pela Libertadores à porta, o técnico Mauricio Barbieri usará força máxima contra o América-MG, às 16h, no Independência. Sem revelar a escalação, treinador avisou que só vai sacar alguém do time caso seja constatado desgaste ou risco de lesão.

Quarta-feira, contra o Cruzeiro, no Mineirão, o Rubro-Negro decide vaga nas quartas da Libertadores perdeu a partida de ida por 2 a 0, no Rio. Em terceiro no Brasileiro, no entanto, sabe que, se está a apenas dois pontos do líder São Paulo, pode voltar a se distanciar dos paulistas e do Internacional, segundo colocado, caso tropece.

As pretensões do clube e a maratona de decisões fizeram diretoria e comissão técnica traçarem logística diferente para esta semana. Mesmo tendo dois jogos consecutivos em Belo Horizonte, o grupo volta hoje mesmo ao Rio. Assim, os jogadores poderão fazer a recuperação usando a estrutura do Ninho do Urubu, principalmente do Centro de Excelência e Performance (CEP).

Se a estratégia de não poupar jogadores apenas por precaução, sem que haja recomendação da fisiologia, parece ousada, por outro lado, guarda seu toque de cautela. Quando não usa o melhor que possui à disposição, mesmo que pelo critério de só mudar em último caso, Barbieri vê seu time passar dificuldade.

O trauma mais recente vem da penúltima rodada, quando escalou a equipe sem Diego Alves, com dor no joelho direito, Diego e Réver, estes por desgaste muscular. O Rubro-Negro levou três gols em 20 minutos e acabou derrotado por 3 a 0, em Curitiba.

Quando Léo Duarte, Réver e Diego estiveram fora, contra os reservas do Grêmio, em Porto Alegre o resultado também foi desastroso: 2 a 0 a favor do Tricolor Gaúcho, que ainda perdeu um pênalti.

Três dias antes, com todos os titulares em campo, o Flamengo havia empatado em 1 a 1 com o Grêmio, também fora de casa, pela Copa do Brasil. A atuação no segundo tempo até hoje é referência para Barbieri. No jogo da volta, completo, o Rubro-Negro venceu por 1 a 0.

Comentários