Flamengo precisa quebrar tabu no Morumbi para manter a esperança

Ainda sonhando com o hepta brasileiro, Rubro-Negro não consegue vencer o São Paulo fora de casa desde 2011

Por

Lucas Paquetá
Lucas Paquetá -

Rio - Para se reaproximar do Palmeiras, com quatro pontos a mais, na corrida pelo título brasileiro, o Flamengo precisará quebrar uma escrita que dura sete anos. No Morumbi, onde só uma vitória sobre o São Paulo mantém acesa a chance do time do Dorival Júnior, os rubro-negros não vencem o adversário desde 2011.

Do último triunfo 2 a 1 com gols de Thiago Neves e Renato para cá, as duas equipes se enfrentaram seis vezes na capital paulista e o Tricolor saiu vitorioso em quatro oportunidades. Os donos da casa marcaram dez gols nesses confrontos, contra apenas dois do Rubro-Negro.

Além do retrospecto negativo, o Flamengo terá pela frente um São Paulo que fez do Morumbi sua fortaleza no Brasileirão. Dos 15 jogos disputados no estádio, a equipe teve apenas uma derrota para o Palmeiras, por 2 a 0. A partida de domingo ainda é uma oportunidade de recuperar os pontos perdidos no primeiro turno, quando o Tricolor venceu por 1 a 0 no Maracanã.

DORIVAL REPETE ESCALAÇÃO

A boa notícia para Dorival Júnior é que ele terá pela frente um São Paulo desfigurado. O técnico Diego Aguirre não poderá contar com cinco jogadores: o goleiro Jean e o volante Hudson, suspensos, e os atacantes Rojas, Everton e Everton Felipe, lesionados. O lateral-esquerdo Reinaldo é dúvida. Gripado, não treinou nos últimos três dias.

O Flamengo, por sua vez, terá todos os titulares à disposição. No treino de ontem, Dorival manteve a escalação do empate em 1 a 1 com o Palmeiras, testando Diego na vaga de Vitinho em uma parte da atividade. Os únicos desfalques são o atacante Marlos Moreno, que recebeu o terceiro amarelo, e o goleiro Diego Alves, afastado por indisciplina e com uma lesão no joelho direito.

 

Comentários