Novidades! Dorival confirma titulares e diz que Diego pode voltar contra Santos

Marlos Moreno é a opção caso o camisa 10 rubro-negro não comece jogando

Por O Dia

Dorival
Dorival -

Flamengo - Na luta pelo título do Campeonato Brasileiro, o Flamengo deverá ter a volta do meio Diego ao time titular para a partida contra o Santos, nesta quinta-feira, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, pela 34.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Dorival Júnior não quis fazer mistério e nesta quarta já confirmou quem começará jogando. Só deixou em dúvida a participação do ex-jogador santista, que entraria no lugar do suspenso Lucas Paquetá.

"O Diego é titular do Flamengo. Jogador de excelente nível. Teve um incomodo contra o Botafogo. Ontem (terça-feira) iniciou processo de trabalho em campo. Hoje (quarta) espero tê-lo em condições. Não gosto de esconder time. A única dúvida era em relação ao Diego, que começou os trabalhos ontem. Fora isso, vamos com Pará e Rômulo como substitutos", afirmou o treinador em entrevista coletiva antes do treino no CT do Urubu nesta quarta.

Caso Diego não possa jogar, o colombiano Marlos Moreno será o titular da posição. Dorival Júnior confirmou também que Pará será o lateral-esquerdo e Rômulo um dos volantes de marcação nos lugares de Renê e Cuéllar, ambos suspensos. Assim, o Flamengo terá a seguinte escalação: César; Rodinei, Réver, Léo Duarte e Pará; Cuéllar, Rômulo, Diego (Marlos) e Everton Ribeiro; Vitinho e Uribe.

Na entrevista coletiva, Dorival Júnior fez questão de ressaltar que o Flamengo não desistiu de lutar pelo título, mesmo estando sete pontos atrás do líder Palmeiras (67 a 60). "Você entra com uma camisa do Flamengo e a palavra motivação está embutida no processo. É obrigação de fazermos o nosso melhor, brigarmos sempre, fazermos o nosso melhor. A torcida está acreditando, assim como os jogadores e nós da comissão", disse.

O treinador pede o apoio da torcida na partida desta quinta-feira, data na qual o Flamengo completará 123 anos de vida. "Temos a necessidade de fazer um grande jogo amanhã (quinta). Acreditamos que esse bom momento ainda possa acontecer O torcedor vai ao jogo e tem demonstrado que acredita. Não temos o direito de não nos entregarmos em campo".