Flamengo estuda pagar R$ 20 milhões para tirar Gatito Fernández do Botafogo

Mengão tem interesse no goleiro paraguaio. Abel Braga fecha com o clube e deve assinar por dois anos

Por O Dia

Goleiro do Botafogo, Gatito tem contrato até o fim de 2021, com muta rescisória de R$ 20 milhões
Goleiro do Botafogo, Gatito tem contrato até o fim de 2021, com muta rescisória de R$ 20 milhões -

Rio - Com a contratação do técnico Abel Braga definida, a diretoria do Flamengo intensifica a procura por reforços. Como o futuro de Diego Alves ainda parece distante da Gávea, o Flamengo está em busca de um goleiro para a próxima temporada. Depois de sondar Vanderlei, do Santos, o clube tem interesse no paraguaio Gatito Fernández, um dos ídolos da torcida do Botafogo.

A operação para tirar o goleiro do rival não é fácil. Seu contrato termina somente em dezembro de 2021, e a multa rescisória para clubes do Brasil é de R$ 20 milhões. A diretoria tenta a liberação por um valor mais baixo, porém, certamente o Alvinegro fará jogo duro, já que não teria um substituto à altura no elenco após a aposentadoria de Jefferson.

Com R$ 100 milhões disponíveis para contratações em 2019, a nova diretoria rubro-negra, liderada pelo futuro vice de futebol Marcos Braz, teria como prioridade o acerto com um goleiro, caso a saída de Diego Alves seja confirmada. A permanência do camisa 12, apesar de difícil, ainda não está descartada. Ele esteve afastado durante a reta final da temporada por ter se recusado a ficar no banco de reservas, além de ter discutido com o técnico Dorival Júnior.

Recentemente, o Flamengo também procurou o goleiro Tiago Volpi, do Querétaro, do México. A negociação é difícil, já que ele é uma das referências da equipe mexicana, mas o interesse esfriou após a vitória de Rodolfo Landim na eleição para presidente do clube.

SEGUNDA PASSAGEM

Nesta segunda, após reunião com Abel Braga, Landim definiu os detalhes para anunciá-lo como técnico do time, de acordo com o site Globoesporte.com. O contrato deve ter a duração de dois anos. Será a segunda passagem de Abel pelo Rubro-Negro, com o qual foi campeão carioca e vice da Copa do Brasil em 2004, na final com o Santo André (SP).

O clube também intensificou a conversa por Bruno Henrique, do Santos. Além de desembolsar uma alta quantia, estuda oferecer jogadores por empréstimo como parte do pagamento, mas tem forte concorrência do Cruzeiro. Natural de Minas Gerais, ele vê com bons olhos a possibilidade de estar mais perto da família, mas afirma que a prioridade seria ficar na Vila Belmiro.

Comentários