Bom começo de ano do Flamengo ainda precisa ficar melhor

Mesmo feliz com título da Florida Cup, o técnico Abel Braga quer mais dos jogadores para ver time embalar na temporada

Por O Dia

Reforços do Flamengo, Arrascaeta e Gabigol treinaram no sábado e ontem, no Ninho do Urubu
Reforços do Flamengo, Arrascaeta e Gabigol treinaram no sábado e ontem, no Ninho do Urubu -

Rio - Campeão da Florida Cup, com o cofre cheio, um elenco de qualidade e três reforços de peso Gabigol, Arrascaeta e Rodrigo Caio , o Flamengo começa 2019 com moral. Tudo perfeito, certo? Nem tanto. Pelo menos na visão do exigente técnico Abel Braga. Mesmo feliz com o título conquistado nos Estados Unidos, ele deixou claro que quer mais do time titular depois da vitória por 1 a 0 (gol de Jean Lucas) sobre o Eintracht Frankfurt, sábado, em Orlando. E garantiu ter deixado isso claro para os jogadores.

"Quem ganhou esse título foi o time (reserva) da primeira parte, que não teve coletivo e foi competitivo. O time considerado titular, não sei se por ter um jogador a mais (Abraham foi expulso aos 25 minutos do primeiro tempo), não foi assim. E botei a boca neles. Não achem que não. Tentaram as jogadas mais difíceis", reclamou o treinador, que ainda deixou um recado para o grupo de comandados.

"Muitos jogadores estão chegando e têm que brigar. Ninguém vai jogar por nome. Coloquei uma equipe que estava jogando, não mexi nada, e disse que eles tinham que mostrar que eu estava errado. Treinador tem que estar errado ou ter dúvida", avisou Abel, que poderá observar os jogadores antes da volta ao Brasil, em jogo-treino marcado para amanhã contra a Universidade Central da Flórida.

MENTAL FORTE

Mas o treinador também viu pontos positivos na vitória sobre o Eintracht Frankfurt. "Os dois zagueiros foram os melhores. Já falei no vestiário: se os dois zagueiros não estivessem em um dia muito bom, mesmo com superioridade, teríamos problema", avaliou Abel, que não esconde a importância de começar o ano com o pé direito.

"Falam tanto quando um grande não ganha nada. Começar ganhando moraliza e nos deixa com um mental forte", acredita o treinador, que avalia como positiva a estada do Flamengo nos Estados Unidos. "Esse time tem um espírito digno do que falei, de ter noção do que é estar no Flamengo", disse o treinador, que ficou encantado como as atuações de Uribe, Rodrigo Caio, Diego e Rhodolfo.

Domingo, os jogadores tiveram o dia de folga em Orlando. Alguns foram a parques temáticos da região e outros curtiram os familiares após, na véspera, acompanhar o jogo entre Orlango Magic e Boston Celtics, pela NBA. O Flamengo volta aos treinos nesta segunda, na Flórida.

Comentários