Mais Lidas

Abel esconde o time para a Libertadores

Tendência do treinador é usar em Oruro a formação que bateu a Portuguesa

Por O Dia

Gabigol posa para a foto ao lado de uma torcedora, na Gávea
Gabigol posa para a foto ao lado de uma torcedora, na Gávea -

O sábado de Carnaval foi de treino para o Flamengo, mas o técnico Abel Braga não esboçou o time titular para a estreia na Libertadores, na terça-feira, contra o San José (BOL), na altitude de quase 4.000 metros de Oruro. Na atividade de ontem, na Gávea, apenas os reservas trabalharam com bola. Os jogadores que começaram jogando na vitória por 3 a 1 sobre a Portuguesa, na quinta-feira, fizeram somente um regenerativo.

A tendência é que Abel repita a escalação do jogo contra a Portuguesa, pela Taça Rio, com Diego Alves, Pará, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Cuellar e Willian Arão; Bruno Henrique, Diego e Arrascaeta; Gabigol. Há dúvida na função exercida por Arrascaeta. Everton Ribeiro está em condições físicas para a partida de terça-feira e Abel ainda elogiou muito o colombiano Berrío, destacando sua experiência e sua força física. Rhodolfo, que se queixa de dores musculares na panturrilha, segue sem treinar com bola e dificilmente terá condição de jogar.

O time rubro-negro ainda treina hoje de manhã na Gávea, em uma atividade fechada para a imprensa, mas aberta aos sócios, e amanhã, em Santa Cruz de la Sierra, no nível do mar.

MURALHA PERTO DO CORITIBA

O goleiro Muralha, que voltou ao Flamengo no início da temporada, será emprestado até o fim do ano ao Coritiba, segundo o site 'Globoesporte.com'. Entretanto, uma cláusula no contrato exige a liberação do jogador em caso de proposta na metade da temporada.

O Coxa vinha procurando um jogador para a posição por causa da lesão do titular Wilson. Muralha, que dificilmente terá espaço na Gávea, já tinha sido procurado em dezembro, quando Wilson esteve próximo de ser negociado com a Chapecoense. O goleiro rubro-negro tem 29 anos e trabalhou com Rodrigo Pastana em sua passagem pelo Figueirense.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários