Clima ainda é pesado para Abel

Vaiado e xingado pela torcida, treinador valoriza união do elenco: 'Eu sei que meu grupo precisa de mim'

Por O Dia

Ao fim da partida, os jogadores do Flamengo vão até Abel se solidarizar com o treinador
Ao fim da partida, os jogadores do Flamengo vão até Abel se solidarizar com o treinador -

A vitória na base da superação evitou que o clima para Abel Braga no Flamengo ficasse quase insustentável, mas não foi suficiente para cessar as críticas diante da fraca atuação. Enquanto o treinador era abraçado pelos jogadores após o apito final, a torcida disparava: "Abel vai se f... o meu Flamengo não precisava de você".

"O torcedor é soberano. Eu gosto de escutar aquilo? Claro que não. Mas talvez tenha mexido com meu grupo. Eu sei que meu grupo precisa de mim. Se o Flamengo não precisa, não sou eu que vou saber. Vou seguir fazendo meu trabalho", respondeu o treinador sobre as críticas, reconhecendo mais uma atuação abaixo do esperado.

E, se a relação com a torcida não é das melhores, pelo menos por enquanto o ambiente no elenco tem sido importante para Abel. A comemoração com o treinador após o apito final mostra como os jogadores confiam no seu trabalho.

"Não conseguimos viver uma vida sem amigos. O ambiente criado foi uma coisa fantástica. Os jogadores fizeram os torcedores irem para casa contentes. Não vou perder ou ganhar com a cabeça dos outros. Um dia você mexe e dá certo, em outro dá errado", minimizou Abel Braga.

RESERVAS CONTRA O FORTALEZA

E, para o desespero da torcida, a tendência é que o Flamengo encare o Fortaleza, sábado, no Engenhão, com uma equipe reserva, poupando os titulares para o duelo com o Corinthians, dia 4, pela Copa do Brasil. "Agora, vamos preparar o time para sábado, que será um outro time", antecipou Abel.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários