NINHO: OUTRO PROCESSO POR INCÊNDIO

Por O Dia

A advogada da família de Rykelmo, uma das vítimas do incêndio no Ninho do Urubu, pretende entrar na Justiça contra o Flamengo e a CBF. Em entrevista ao 'Globoesporte.com', Gislaine Nunes afirmou que dará entrada no processo em breve e não poupou críticas à entidade máxima do futebol brasileiro.

"É lógico que a CBF é solidária. Ela não certifica que o clube é formador? Pela Lei Pelé, para certificar que um clube é formador, ele tem que respeitar e cumprir vários requisitos. Para dar um certificado nesta envergadura, tem que ter absoluta clareza", disse Gislaine.

Cinco meses após a tragédia, o Flamengo só chegou a um acordo com as famílias de Gedson Santos e Áthila Paixão e o pai de Rykelmo.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários