Jesus é denunciado e pode não comandar o Flamengo contra o Grêmio

Técnico quebrou protocolo após classificação contra o Internacional

Por Lance

Jorge Jesus
Jorge Jesus -
Rio - O Flamengo pode ter uma dor de cabeça não prevista para os duelos diante do Grêmio, pelas semifinais da Libertadores. Isso porque, a Conmebol denunciou o clube carioca por conta de uma quebra de protocolo, pois o técnico Jorge Jesus ficou na saída do vestiário cumprimentando os jogadores, contra o Internacional, na última quarta-feira, quando houve a classificação no Beira-Rio.

A informação foi trazida primeiramente pelo jornalista Venê Casagrande, do site 43 Minutos, e dá conta de que o departamento jurídico do Flamengo, inclusive, já enviou a defesa à Conmebol na noite da última quarta-feira e aguarda a resposta nas próximas horas.

Uma das punições previstas pela entidade é que o treinador do Flamengo não tenha condições de ficar à beira do gramado para os próximos compromissos da Libertadores, a serem realizados dias 2 (na Arena do Grêmio) e 23 de outubro (no Maracanã).

Cabe lembrar que o Flamengo já foi punido em linha símile nesta Libertadores, por conta do reincidente atraso do time na volta do intervalo contra o Peñarol, do Uruguai, no dia 3 de abril, no Maracanã. Assim, o então técnico, Abel Braga, foi multado em 1,5 mil dólares (cerca de R$ 5.900,00) e não pôde comandar o time em Quito, contra a LDU, no fim de abril.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários