Bruno Henrique e Gabigol já somam 33 cartões amarelos na temporada - Clever Felix/Parceiro/Agência O Dia
Bruno Henrique e Gabigol já somam 33 cartões amarelos na temporadaClever Felix/Parceiro/Agência O Dia
Por Leandro Chagas*
Rio - Responsáveis por boa parte dos mais de 100 gols marcados pelo Flamengo na temporada, a dupla Gabigol e Bruno Henrique vem pecando em um outro aspecto importante: cartões amarelos. Os números chamam bastante atenção quando comparados com os dos jogadores do setor defensivo da equipe rubro-negra.

Gabigol lidera a estatística negativa com 17 cartões amarelos, enquanto seu companheiro de ataque, soma 16. Para efeito de comparação, o meia Arrascaeta, que também atua na parte ofensiva do campo, possui apenas um.

Os 33 amarelos somados pelos camisas 9 e 27, superam os 20 cartões recebidos pelos titulares da defesa: Diego Alves 4, Rafinha 6, Rodrigo Caio 6, Pablo Marí 3 e Filipe Luís 1. Vale lembrar que os laterais e o espanhol chegaram ao Flamengo no meio da temporada.

Na última quinta-feira, no empate em 2 a 2 com o Goiás, no Serra Dourada, Gabigol chegou ao seu 17ª cartão amarelo, que para piorar, o tira da próxima partida do Flamengo, no domingo, contra o Corinthians. Logo após o jogo no Serra Dourada, Jorge Jesus analisou a marca negativa de Gabigol, que na maioria das vezes, acaba sendo punido por reclamações.

"Os grandes jogadores não são só os grandes jogadores tecnicamente e taticamente, também são os que têm o equilíbrio emocional acima do normal. Esse é um aspecto que o Gabigol tem que trabalhar”, disse o treinador português.

Sem seu camisa 9, o Flamengo enfrenta o Corinthians no próximo domingo, às 16h, no Maracanã. Para o duelo, Jorge Jesus deve repetir o que fez em outras ocasiões, centralizando Bruno Henrique e iniciando com Vitinho entre os titulares.