Triturador de recordes e tabus, Flamengo de Jesus pode acabar com escrita contra o Palmeiras

Mister pode acabar com mais uma marca à frente do Rubro-Negro

Por Lance

Jesus: dois títulos em campanhas espetaculares
Jesus: dois títulos em campanhas espetaculares -
Rio - Já campeão brasileiro e da Copa Libertadores, o que resta ao Flamengo na competição nacional é, além de se preparar para o Mundial de Clubes, quebrar recordes e tabus, o que o time de Jorge Jesus está acostumado a fazer. E, neste domingo, às 16h, o Rubro-Negro tem a oportunidade de acabar com mais uma marca, contra o Palmeiras, no Allianz Parque.

Isto porque o Flamengo ainda não ganhou no novo estádio alviverde. Desde a sua inauguração, em 2014, foram quatro partidas no Allianz Parque, todas pelo Campeonato Brasileiro. Foram duas vitórias do Verdão (4 a 2 em 2015 e 2 a 0 em 2017) e dois empates (duplo 1 a 1, em 2016 e 2018). A última vez que o Rubro-Negro venceu o Palmeiras em São Paulo foi em 2010, por 1 a 0, com gol de Vagner Love, no Pacaembu, também pelo Brasileiro.

Mas este tipo de tabu não parece ser um problema para os comandados de Jorge Jesus. Só nos últimos meses, com o português no cargo, foram diversos tabus quebrados. Pelo Brasileiro, o Flamengo venceu o Grêmio por 1 a 0, com gol de Gabigol, em Porto Alegre, 25 anos depois do último triunfo sobre o Tricolor na capital gaúcha. Também foi a primeira vitória na Arena do Grêmio, inaugurada em 2012.

No começo de outubro, o Flamengo venceu o Athletico-PR por 2 a 0, com dois gols de Bruno Henrique, na Arena da Baixada, e acabou com um jejum de 45 anos sem vencer o Furacão em Curitiba, pelo Campeonato Brasileiro.

Pouco depois, outro tabu quebrado. Ao vencer o Botafogo por 1 a 0, com tento de Lincoln, o Flamengo acabou com a invencibilidade do Glorioso contra o Fla no Nilton Santos, que durava 10 anos. O último triunfo havia acontecido justamente em 2009, quando o Rubro-Negro também foi campeão brasileiro. Isto sem falar no maior tabu quebrado pelo Flamengo de Jesus: o título da Libertadores, que o clube voltou a conquistar depois de 38 anos.
 
Mantém essa escrita
Em caso de vitória ou empate contra o Palmeiras, neste domingo, o Flamengo, além da quebra do tabu no Allianz, também vai manter uma escrita importante: Vai chegar a quatro meses sem derrotas. A última foi contra o Bahia, no Arena Fonte Nova, no dia 4 de agosto. Assim, o time de Jesus também aumenta a sua série invicta no Brasileiro, que atualmente está em 22 partidas e é a maior da história da competição, disputada desde 1971.

Outros recordes
Ao vencer o Ceará na última quarta-feira e chegar a 84 pontos, o Flamengo já bateu o recorde de maior pontuação na era do Campeonato Brasileiro por pontos corridos com 20 times. Com essa pontuação, o Fla também já garantiu o melhor aproveitamento da história dos pontos corridos, batendo Cruzeiro de 2003, que conquistou 72,5% dos pontos disputados.

Com 77 gols marcados, o Flamengo já empatou com o mesmo Cruzeiro de 2003 como o melhor ataque da era dos pontos corridos. Caso marque ao menos um gols nos últimos três jogos, o Rubro-Negro passa a frente. Ainda no setor ofensivo, Gabigol e Bruno Henrique têm três partidas para tentar ultrapassar Borges e Jonas como maiores artilheiros de uma edição do Brasileiro.

Ou seja, por mais que o Flamengo já tenha o título do Brasileiro em mãos, ainda há muito em jogo. E, pelo que Jorge Jesus já demonstrou nestes últimos meses, ele e o seu time não vão descansar enquanto o clube puder quebrar mais e mais recordes, para ficar cada vez mais na história.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários