Flamengo mantém conversa com representante de Jorge Jesus, mas sem grandes novidades

Atual vínculo do português com o Rubro-Negro vai até 31 de maio, e diretoria rubro-negra tem 60 dias para conseguir a permanência do português

Por Venê Casagrande

Jorge Jesus
Jorge Jesus -
Rio - As conversas entre Flamengo e o representante de Jorge Jesus fluíam de forma natural e tudo indicava que o desfecho poderia acontecer ainda em março. Porém, com a pandemia do novo coronavírus e a paralisação do futebol mundo afora, as tratativas diminuíram de força e tudo indica que as negociações serão arrastadas até 31 de maio, quando termina o contrato do treinador com o clube carioca.
Sem atividades e o clube dando férias ao departamento de futebol, Jorge Jesus solicitou ao Flamengo que retornasse a Portugal para passar o momento de quarentena perto da família. Bruno Macedo, que estava no Rio de Janeiro para dar continuidades às negociações com o Rubro-Negro, embarcou junto com o técnico para a Europa.
O representante de Jorge Jesus mantém contato diário com Bruno Spindel, diretor de futebol do Flamengo, mas sem uma conversa 'tête-à-tête' dificilmente as duas partes avançarão nas tratativas. Caso o cenário no Brasil melhore, as atividades no Rubro-Negro voltarão no dia 21 de abril, o que permite o retorno do comandante ao Brasil e, consequentemente, a abertura de uma nova rodada de negociação.
Antes do período de confinamento, a diretoria do Flamengo já havia feito uma proposta a Jorge Jesus, que não foi de encontro do Mister. Os dois lados falam abertamente que a maior dificuldade para a renovação acontecer é a parte financeira. Como em toda negociação deste nível, os dirigentes rubro-negros trabalharão com paciência para conseguir mais um êxito.

Comentários