Comentarista quer Gabigol como titular da Seleção: 'Tem que arrumar um lugar para ele'

Jornalista vê atacante à frente de Gabriel Jesus e Firmino

Por O Dia

Gabigol e Neymar atuando pela seleção brasileira nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016
Gabigol e Neymar atuando pela seleção brasileira nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016 -
Rio - Ainda que as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 estejam paralisadas devido a pandemia do coronavírus, ainda há muita discussão sobre qual seria a escalação ideal para a seleção brasileira. Para Mauro Naves, o atacante Gabigol está à frente de Gabriel Jesus e Roberto Firmino na briga pela titularidade.
"Ele é um centroavante diferente. Não é aquele alto, que fica parado como um pilar lá na frente, fazendo o centro da área, esperando a bola para cabecear ou para fazer o pivô. Ele é um centroavante diferente, ele abre para os lados, volta, chuta de fora da área. O Tite, normalmente tem usado Gabriel Jesus, Firmino ou Richarlison nessa posição. Acho que, pelo futebol, pela fase do Gabigol, o Tite tem que arrumar um lugar pra ele como titular na seleção. Não justifica hoje colocar o Firmino ou o Gabriel Jesus.", disse ao programa "Expediente Futebol". 
No entanto, seu colega de bancada Paulo Lima, acredita que o artilheiro do Flamengo na temporada ainda precisa mostrar seu valor para Tite e discorda da titularidade imediata do atacante.
"Seleção brasileira é outra bola. Não é mesma coisa que jogar no Campeonato Brasileiro, na Libertadores. Bola, o Gabigol tem. O Gabigol, pelo sucesso que está fazendo no futebol brasileiro, merece, sim, uma vaga na seleção brasileira. Mas daí a ser titular, há uma distância muito grande. O Ronaldo não jogou na primeira Copa, o Kaká também não. A gente não sabe como o Gabigol vai jogar na seleção brasileira. Ele merece chances, mas para ganhar a 9 da seleção, precisa jogar muita bola ainda."

Comentários