Adidas explica atraso no pagamento ao Flamengo: 'Impactos provocados pela COVID-19'

Fornecedora de material esportivo do Rubro-Negro deveria ter depositado a primeira parcela no último dia 1º

Por O Dia

Camisa nova do Flamengo
Camisa nova do Flamengo -
Rio - Fornecedora dos materiais esportivos do Flamengo, a Adidas atrasou o pagamento da primeira parcela do contrato com o clube em 2020. De acordo com o 'Globoesporte', a empresa deveria depositar o valor de R$ 8.862.875 na conta do clube carioca. Em contato com o portal, a companhia esclareceu a situação e afirmou que é uma decorrência dos impactos da COVID-19.

“A adidas está em conversas com seus parceiros, nas últimas semanas, para encontrarem juntos a melhor maneira de enfrentar os impactos econômicos provocados pelo Covid-19. Essa medida está sendo tomada, não só pela adidas, como também por diversas companhias dentro deste novo e imprevisível contexto econômico, para proteger a longevidade de parcerias e negócios. A adidas segue o diálogo constante e aberto”. escreveu a empresa.

Assinado em 2013, o contrato entre Flamengo e Adidas prevê o pagamento anual de R$ 17.725.750,00 por parte da fornecedora ao clube. Esse valor é dividido em duas parcelas, a primeira para abril e a segunda para outubro. A falta do pagamento no último dia 1º pela companhia gerou insatisfação nos bastidores do Flamengo.

Comentários