Márcio Tannure, chefe do departamento médico do Flamengo - Alexandre Vidal / Flamengo
Márcio Tannure, chefe do departamento médico do FlamengoAlexandre Vidal / Flamengo
Por O Dia
Rio - Com as atividades suspensas na Gávea e no Centro de Treinamento do Ninho do Urubu devido à pandemia do novo coronavírus desde o dia 27 de março, o Flamengo segue se preparando caso os treinos retornem ainda em abril. O Rubro-Negro adotou medidas contra a covid-19 e já tem definido um plano de ação para quando as atividades voltarem à normalidade. As informações são do Uol Esporte.
Entre as medidas que serão tomadas, o clube planeja fechar alguns setores do CT, como a cozinha e o vestiário. O objetivo é evitar aglomeração entre atletas e funcionários. Ao todo, são 11 ações com o intuito de evitar que os jogadores sejam contaminados com o vírus.
Publicidade
Nesta segunda-feira, médicos dos clubes da Série A do Campeonato Carioca devem se reunir para dar início a um protocolo único que possa ser seguido pelas equipes. A FERJ, por sua vez, tem acelerado a compra de testes, para distribuir entre os times.
Medidas que devem ser tomadas pelo Flamengo:

1 – Contratação de empresa especializada em limpeza para desinfecção das áreas do CT. Utilização de produtos que comprovadamente matem o vírus.

2 – Equipar equipe de limpeza com Equipamentos de Proteção Individual (EPI). Funcionários irão usar cloro e álcool 70º antes e depois da passagem dos atletas.

3 – Treinamento dos funcionários para utilização correta das EPI’s
Publicidade
4 – Distribuição de recipientes com álcool em gel pelo CT, além de embalagens para uso individual.

5 – Não utilização dos aparelhos de ar condicionado, deixando portas e janelas abertas.

6 – Não utilização do vestiário para troca de roupa e banho. Atletas farão isso em seus respectivos quartos.
7 – Troca diária de roupa de cama e banho. Itens levados para lavanderia para lavagem e secagem em alta temperatura.

8 – Cozinha e refeitório fechados. Em caso de necessidade de alimentação, empresa que fornece alimentos em dias de jogos fará o serviço. Os itens vêm prontos e embalados individualmente.

9 – Proibido recebimento de mercadorias e entrada de pessoas que não trabalhem no CT.

10 – Em caso de fornecimento de alimentação, atleta fará refeição em área aberta ou levará para casa.

11 – Uso de mão de obra já existente para limpeza e desinfecção mais profundas das áreas durante a madrugada.