Márcio Braga afirma que pouco antes de fechar com o Corinthians, Ronaldo negou acerto e disse querer ficar no Flamengo

Polêmica aconteceu no ano de 2009

Por O Dia

Ronaldo Fenômeno
Ronaldo Fenômeno -
Rio - Ex-presidente do Flamengo, Márcio Braga, deu revelações ao Canal do Nicola, no YouTube, sobre a relação entre o clube carioca e Ronaldo Fenômeno. De acordo com o dirigente, que comandava o Rubro-negro em 2009, o pentacampeão afirmou que não iria jogar na equipe paulista. Porém, não cumpriu com a sua palavra.
"Logo depois disso (das conversas sobre contrato), eu recebo uma ligação do Ronaldo Fenômeno dizendo:”presidente, estão aí, a imprensa, especulando sobre minha ida pro Corinthians. Presidente, não acredite nisso, não é verdade. Eu quero ficar no Flamengo, eu quero ser jogador do Flamengo. Eu tô muito bem aqui, eu não quero sair. No dia seguinte ele apareceu com o contrato com o Corinthians. A história é essa. Foi exatamente isso que aconteceu", disse.
Além disso, o dirigente afirmou que o pentacampeão do mundo fingiu uma lesão contra o Rubro-negro durante uma partida do Brasileiro em 2009.
"O Bruno, nosso goleiro, foi o primeiro a correr para socorrê-lo. O Bruno contou pra mim, essa é a melhor testemunha que nós temos. “Você tá bem, o que que houve?.” Diz o Ronaldo pra ele: “Não, não, fica quieto. Eu quero sair, eu sou Flamengo”. Ele fingiu uma lesão pra ser substituído porque ele não queria que o Flamengo perdesse. A infelicidade de marcar um gol contra o Flamengo, que era o time do coração dele", disse.
Na ocasião, o Flamengo venceu o Corinthians por 2 a 0 e assumiu a liderança do Brasileiro. No jogo seguinte, a equipe comandada por Andrade conquistou o título ao derrotar o Grêmio por 2 a 1 no Maracanã.

Comentários