Jornalista detona diretoria do Flamengo: 'A prioridade se chama dinheiro'

Comentarista criticou a postura da diretoria rubro-negra em decidir retomar as atividades nesta semana

Por O Dia

Elenco principal faz estreia na temporada, diante do Resende, no Maracanã
Elenco principal faz estreia na temporada, diante do Resende, no Maracanã -
Rio - O Flamengo segue se preparando para retomar as atividades em segurança, apesar da quarentena no Rio de Janeiro ser até dia 31 de maio. Na última segunda-feira, os atletas e comissão técnica realizaram testes para o coronavírus e receberam informações do clube sobre o protocolo de segurança sanitária que vai ser adotado quando for possível voltar a treinar no Ninho do Urubu.
Em entrevista ao Canal Ser Flamengo, o jornalista do Fox Sports, Claudio Portella fez duras críticas em relação a postura da diretoria rubro-negra em decidir retomar as atividades nesta semana.
"A prioridade dessa diretoria do Flamengo se chama dinheiro, dinheiro e dinheiro. A gente vê o que aconteceu com os garotos do Ninho. Não quero colocar a culpa em ninguém, é lógico que tem culpados, mas a gente vê a insensibilidade. Até fizemos uma matéria na Fox a insensibilidade que essa diretoria tratou. Um dirigente chegou recentemente a declarar que estão tentando se aproximar, pois estávamos falando de vidas. Não interessa se tem pai ou mãe querendo dinheiro, eles perderam o filho, eu sou pai. Agora a gente vê mais uma vez um comportamento assim, antes da parada Flamengo e Vasco não queriam parar. Se eu pudesse, eu perguntaria: “esses dirigentes tem família?”. Na atual circunstância, eles estão arriscando vidas", declarou.
Por fim, Portella elogiou os feitos recentes do Flamengo, mas definiu a decisão de voltar aos treinos como "lamentável".

"Diferente dos clubes paulistas, eles estão indo ao centro de treinamento. As atividades voltaram e acho lamentável isso. O Flamengo é o principal time do país por tudo que venceu e apresentou. Até lamentavelmente gostaria de ver outros times fortes, era legal ter um campeonato mais competitivo, mas não tiveram a competência de Flamengo e Palmeiras. Para mim são os favoritos, tem o São Paulo, Santos, Grêmio, Atlético-MG, mas Flamengo e Palmeiras são os que tem mais dinheiro e investiu nisso", concluiu.

Comentários