Flamengo foi campeão da Libertadores em cima do River Plate - AFP
Flamengo foi campeão da Libertadores em cima do River PlateAFP
Por O Dia
Rio - O bicampeonato da Libertadores em 2019, vencendo o River Plate na final, coroou uma impressionante temporada do Flamengo em 2019. Contudo, a história daquele 23 de novembro poderia ter sido bem diferente. De acordo com o ex-nutricionista do clube Thiago Monteiro, a equipe médica do Flamengo proibiu a ingestão de um suco no hotel em que os jogadores estavam hospedados, em Lima, no Peru.

Em entrevista ao 'Canal do Pilhado', Thiago afirmou que membros da delegação técnica tiveram problemas intestinais por conta do suco contaminado. O profissional afirmou que alguns jogadores reclamaram, mas os mesmos acabaram 'salvos' pelo ex-nutricionista do clube. Thiago ainda revelou que no dia do jogo 90% da comissão estava se sentindo mal por causa da bebida.

"Quando chegamos no hotel, só tinha suco natural. Mas quando é viagem, a gente só usa suco de caixinha. Apesar ser menos saudável, a gente corre risco de contaminação da água. O gerente do hotel chegou a mostrar vários certificados de qualidade da água, tudo que precisava, mas eu falei que queria o suco disponível já no café da manhã. A comissão técnica eu liberei para tomar o suco. Jogadores chegaram a reclamar, mas eu expliquei que seria melhor a gente não utilizar a água do hotel", disse, antes se completar:

"No segundo dia, a comissão já vinha dizendo que comeu algo que fez mal, com diarreia. No terceiro dia, uns sete já estavam do mesmo jeito. Perguntei aos enfermeiros e médicos, e todos os jogadores estavam bem. Nisso, me liguei que era a água. No dia do jogo, 90% da comissão estava com problemas, até eu. Imagina se atinge 90% dos jogadores. Eles até jogariam, mas com desidratação, diarreia, como seria a performance deles? Imagina 38 anos sem jogar a final da Libertadores, quando chega, o time todo passa mal... O nutricionista estaria morto", encerrou.