Com aval de Jorge Jesus, Flamengo fecha janela para reforços em tempos de pandemia

Rubro-Negro entende que não é correto pensar em contratações enquanto grupo teve corte de salário

Por O Dia

Jorge Jesus
Jorge Jesus -
Rio - Em meio à pandemia do novo coronavírus e redução de 25% do salário de todos os funcionários que ganham mais de R$ 4 mil, o Flamengo não vai fazer nenhuma contratação enquanto o clube seguir com cortes na folha salarial. Vale lembrar Jorge Jesus foi informado sobre essa decisão antes de anunciar a renovação de contrato. As informações são do Globoesporte.com.
A possibilidade só será discutida em caso de necessidade de reposição e com a utilização de apenas dos valores da eventual venda. A preocupação da diretoria é de não causar desconforto com funcionários e jogadores, que sofreram redução de 25% da remuneração para equilíbrio de caixa.
Durante o "Bem, Amigos" da última segunda-feira, o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim reafirmou a decisão do departamento de futebol: "O Flamengo não irá procurar nenhum jogador no mercado. Não faz sentido eu tentar reduzir o salário de um atleta do meu elenco nessa pandemia e ir atrás de novos reforços", disse Landim.
A única posição apontada como carente é a lateral-direita. Em entrevista, Jorge Jesus já deixou claro a necessidade da chegada de uma opção para ser reserva de Rafinha.

Comentários