Em grande noite, o uruguaio Arrascaeta marcou o gol da vitória do Mengão sobre o Coritiba - Alexandre Vidal / Flamengo
Em grande noite, o uruguaio Arrascaeta marcou o gol da vitória do Mengão sobre o CoritibaAlexandre Vidal / Flamengo
Por O Dia
Rio - Atual campeão, o Flamengo enfim conseguiu sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro de 2020 ao bater o Coritiba por 1 a 0, neste sábado, no Couto Pereira. No entanto, para o comentarista Grafite, a atuação da equipe rubro-negra ainda ficou longe do poderoso time de 2019.
"O Domènec, depois dessas duas partidas, entendeu que precisava manter o padrão do Jesus. O Flamengo de hoje foi mais a cara do Jesus, mesmo com a movimentação em voltagem baixa. O pessoal fala que o Flamengo não está jogando o que jogou ano passado, mas o Flamengo não conseguiu, em nenhum jogo deste ano, repetir o do ano passado. Não é de hoje, dessa volta do campeonato, que o Flamengo não está conseguindo jogar o mesmo ímpeto do ano passado", opinou Grafite.
Publicidade
"É difícil o ano seguinte. O ano seguinte, quando você tem tanto sucesso, é difícil voltar a ter o mesmo rendimento. É difícil reencontrar aquela condição física, mental e técnica. Acho que o Flamengo vai passar por isso este ano. Acho muito difícil a gente ver o Flamengo do ano passado novamente, e isso é normal no futebol. Então, a gente não pode colocar toda a culpa no Domènec porque, até ele se adaptar e o Flamengo voltar a jogar aquilo, acho bem difícil eles voltarem neste ano à condição do ano passado", completou.