Denílson  - Reprodução
Denílson Reprodução
Por O Dia
Rio - O ex-jogador e comentarista da Band, Denílson, criticou o atleta do Flamengo, Arrascaeta, após o uruguaio utilizar suas redes sociais para dizer que não estava lesionado, depois de não ter sido utilizado pelo treinador Domènec Torrent no empate contra o Botafogo. 
Publicidade
"Pensando com a cabeça do jogador, o cara tem que esperar, entender que cada treinador tem a sua escolha e mostrar, durante os treinamentos, que o técnico está errado e pode contar. Não ficar criando picuinha em rede social e, de repente, dentro do vestiário, fazendo o tal do bolinho pobre. O cara acabou de chegar", disse.

Além disso, Denílson pediu paciência à diretoria rubro-negra em relação ao treinador Domènec Torrent. O espanhol venceu apenas um jogo em cinco no comando do Flamengo e já vem sendo criticado no Rubro-negro.
"Tem duas coisas aí: primeiro é a paciência que a gente tem que ter, principalmente o estafe do Flamengo. A gente tem que ter esse discurso de paciência para que ele (Dome) consiga fazer o trabalho dele. Agora, a outra situação é dentro do vestiário, a questão da vaidade. Jogador também precisa entender que o treinador tem as suas escolhas, e não criar desconforto para o treinador dentro do elenco. Por exemplo, essa mensagem do Arrascaeta nas redes sociais levanta um mal-estar dentro do vestiário", afirmou.