Os quatro jogadores deixando um dos voos nesta segunda - Conteúdo enviado por um leitor
Os quatro jogadores deixando um dos voos nesta segundaConteúdo enviado por um leitor
Por Venê Casagrande
Publicado 22/09/2020 16:36 | Atualizado 22/09/2020 16:43
Rio - O quarteto convocado por Domènec Torrent para se juntarem à delegação em Guayaquil, local do confronto com o Barcelona-EQU nesta terça-feira, às 19h15, no estádio Monumental de Barcelona, pela quarta rodada da Libertadores, desembarcou no Equador. O O zagueiro Natan, o lateral-direito João Lucas e os atacantes Guilherme Bala e Rodrigo Muniz vão se juntar aos demais 17 atletas que irão para o jogo contra os equatorianos.
Os quatro foram chamados às pressas pela diretoria do Flamengo após Dome perder oito jogadores para o duelo desta terça, sete por ter testado positivo para Covid-19 e um por contusão. Vitinho, Bruno Henrique, Diego Ribas, Isla, Filipe Luís, Matheusinho e Michael contraíram o novo coronavírus e ficarão dez dias afastados. O atacante Gabigol, com lesão muscular, também é desfalque.
Publicidade
No entanto, para chegar em Guayaquil, os jogadores do Flamengo viveram uma verdadeira saga. A caminho do Equador, o avião com os atletas acabou sendo barrado no Peru e teve que retornar ao Brasil. Após ser impedido de decolar, o Flamengo conseguiu uma liberação para sobrevoar o espaço aéreo peruano e dar sequência à viagem até a cidade equatoriana. 
Para conseguir ter os quatro jogadores a tempo, o Flamengo montou uma força tarefa. Os atletas embarcaram nesta madrugada, por volta das 5h, rumo a Brasília, de lá partiram para Goiânia e, através de um voo fretado pelo clube, foram para Guayaquil.
Zagueiro Natan durante voo para Goiânia - Conteúdo enviado por um leitor
 
Publicidade
 
 
Publicidade
 
Os jogadores que testaram positivo para Covid-19 devem embarcar, também em voo fretado, nesta terça-feira para o Brasil e seguirão as normas de segurança adotadas pelo clube. Como ficarão, ao menos dez dias reclusos, Bruno Henrique, Diego, Filipe Luís, Isla, Matheus e Michael devem ser desfalques em, pelo menos, três jogos: contra Barcelona-EQU (dia 22) e Del Valle (dia 30), pela Libertadores, e Palmeiras (27), pelo Brasileirão. Há chance de ficarem à disposição dia 4, contra o Athletico, pelo Brasileirão, no Maracanã.