Presidente Rodolfo Landim e vice de futebol Marcos Braz - Alexandre Vidal/Flamengo
Presidente Rodolfo Landim e vice de futebol Marcos BrazAlexandre Vidal/Flamengo
Por O Dia
Rio - A CBF se irritou com a liminar concedida neste sábado pelo TRT-RJ ao Sindeclubes (Sindicato de Funcionários de Clubes no Rio), que determina o adiamento da partida entre Flamengo e Palmeiras, que estava prevista para este domingo. De acordo com o "UOL", a entidade promete "tentar de tudo" para derrubar a decisão judicial e poder realizar o confronto no Allianz Parque.
Segundo o portal, a CBF chegou, inclusive, a solicitar à TV Globo que não faça mudanças em sua grade de programação. A emissora iria exibir a partida neste domingo.
Publicidade
A CBF monitorava a ação movida pelo Sindeclubes desde a última sexta-feira. A ideia é conseguir um mandado de segurança, que é uma medida jurídica urgente, julgada rapidamente. A entidade tem esperança de reverter a situação ainda neste sábado.
O Flamengo conta, atualmente, com 33 casos de profissionais do futebol infectados pelo coronavírus. Deste total, 19 são jogadores.