Otávio em ação pelo Flamengo contra o Palmeiras - Alexandre Vidal/Flamengo
Otávio em ação pelo Flamengo contra o PalmeirasAlexandre Vidal/Flamengo
Por Venê Casagrande
Rio - Diante do surto de Covid-19 no elenco, com 19 jogadores infectados, o Flamengo recorreu às categorias de base para entrar em campo contra o Palmeiras, no último domingo, pelo Campeonato Brasileiro. Mesmo com um time com idade olímpica, o Rubro-Negro conseguiu empatar com a equipe paulista, em 1 a 1, e um dos destaques foi o zagueiro Otávio. O que os torcedores não sabem é que o jogador por pouco não deixou o Ninho do Urubu.
Em setembro, dias antes do jogo contra o Palmeiras, o Flamengo recebeu proposta oficial do Al Sharjah, dos Emirados Árabes, para negociar o zagueiro Otávio em definitivo. A oferta foi de 500 mil dólares, 2,8 milhões de reais pela cotação atual, por 80% dos direitos econômicos do atleta.
Publicidade
Essa não foi a primeira investida de clubes estrangeiros em Otávio. O Feyenoord e o FC Twente, ambos da Holanda, entraram em contato com o Flamengo para sondar a situação do zagueiro, mas não realizaram propostas oficiais. Porém, é um fator que indica que o jovem está sendo monitorado por clubes europeus. 
Após a estreia de Otávio pelo profissional e o bom desempenho na partida contra o Palmeiras, mostrando segurança e noção tática, a tendência é que o Flamengo aumente a exigência de valores caso aceite negociar o zagueiro. Neste momento, a ideia da diretoria é lapidar o jogador para render bons frutos no futuro. O atual vínculo dele com o clube vai até agosto de 2022.
Publicidade
Com 18 anos, Otávio é titular absoluto do time sub-20 do Flamengo e uma das principais peças da equipe. No empate com o São Paulo na última quinta-feira, ele foi, junto com o goleiro João Fernando, destaque do Rubro-Negro.
HISTÓRIA DE SUPERAÇÃO:
Publicidade
Em entrevista ao Jornal O Dia em fevereiro, antes de disputar a Libertadores Sub-20, Otávio contou a sua trajetória antes de chegar ao Flamengo e revelou que já atuou de atacante antes de iniciar a trajetória como zagueiro.
"Comecei jogando aos seis anos de idade, em um time de várzea da minha cidade. Depois, aos 11 anos, fui jogar futsal pelo clube Mogi, onde fiquei um ano. Depois fiz uma avaliação no São Caetano, onde pude jogar o campeonato paulista sub-12. Depois passei por diversos clubes. No final de 2015 fiz um 'peneirão' no campo perto de casa pela escolinha que eu jogava, e o avaliador do Flamengo estava lá e me chamou para conversar. Falou para eu ir fazer uma avaliação no Flamengo. Alguns meses se passaram, e ele marcou a avaliação para eu fazer com o grupo do Flamengo e lá consegui dar o meu melhor para passar na avaliação."
Publicidade
*Ele chegou ao Flamengo no fim de 2016, ficou um ano e meio e depois saiu para o Internacional. Voltou no final de 2017.
Sempre foi zagueiro?
Publicidade
"Eu comecei jogando de lateral esquerdo, e depois fui ser volante, que era uma posição que eu gostava de jogar. E quando fui para o São Caetano, cheguei de volante, e o treinador me colocou de atacante. Depois que eu saí do São Caetano, eu comecei a jogar de zagueiro e gostei de jogar nessa posição."