Diego Alves - Alexandre Vidal / Flamengo / DIVULGAÇÃO
Diego AlvesAlexandre Vidal / Flamengo / DIVULGAÇÃO
Por O Dia
 Rio - O vice-presidente de relações externas do Flamengo, Luiz Eduardo Baptista, o Bap, negou que seja o responsável por travar a renovação de Diego Alves com o Flamengo. Em entrevista à ESPN, o dirigente garantiu que deseja a permanência do goleiro na Gávea.
Publicidade
"Tenho maior apreço, maior admiração pela pessoa e pelo profissional Diego Alves. Eu de verdade quero muito que ele fique no Flamengo. Não é verdade que de alguma forma eu estou atrapalhando esse processo. O que aconteceu, de fato, foi o seguinte: a pandemia afetou econômica e financeiramente todos os clubes. O Flamengo não foi diferente", afirmou Bap.
"Isso foi discutido com o presidente Landim, o caso específico dele. E o presidente Landim, por força das circunstâncias, definiu o valor que ele aceitaria como teto para essa renovação. Na negociação que foi feita pelo futebol junto ao Diego e ao agente dele, parece que se chegou a um acordo que era um pouco acima do que foi havia sido estabelecido pelo presidente. E talvez por uma falha de comunicação tenha se entendido que estava tudo certo. Quando isso voltou para aprovação final do presidente, ele questionou o fato de que o que estava sendo apresentado era acima do teto que ele tinha estabelecido. E foi por isso - e apenas isso - a razão pela qual o que parecia pela mídia que estava fechado, não tenha sido fechado. É porque isso extrapolou o que havia sido combinado com o presidente Landim anteriormente. Então, essa tentativa de debitar na minha conta um problema que foi criado por outras circunstâncias não faz o menor sentido", completou.