Rogério Ceni - Daniel Castelo Branco/Agência O Dia
Rogério CeniDaniel Castelo Branco/Agência O Dia
Por O Dia
Rio - Após a derrota nos pênaltis para o Racing, o treinador do Flamengo, Rogério Ceni se mostrou bastante abatido ao falar a respeito da eliminação da sua equipe na Libertadores. O técnico afirmou que o peso da derrota do Rubro-Negro na competição é difícil de ser calculado. 
LEIA MAIS: CONFIRA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O FLAMENGO

"O peso é gigantesco. A Libertadores tem o maior significado dos campeonatos que nós jogamos na América do Sul. Não há como mensurar o tamanho, o prejuízo financeiro, de confiança, o que pode afetar para o dia a dia. O que temos que fazer é continuar trabalhando firme, fazer com que a equipe produza mais para conquistar o último título, que é o Brasileiro", afirmou.
Publicidade
Criticado por torcedores e pela imprensa esportiva por ter sacado Arrascaeta e Everton Ribeiro no segundo tempo, o treinador explicou o motivo das suas substituições.
"Era um jogo que, por mais qualidade que eles (Arrascaeta e Everton) tenham, se faz necessária a velocidade pelos lados. Reforçamos o meio, abrimos Vitinho pela direita e Bruno Henrique pela esquerda, arriscando um pouco mais para manter a pressão", disse.