Mais Lidas

Fred destaca maturidade do Fluminense

Atacante volta de lesão e brilha mais uma vez

Por fabio.klotz

Fred abriu o caminho para a classificação do Fluminense às quartas de final da Copa Libertadores. Foi do atacante o primeiro gol na vitória por 2 a 0, nesta quarta-feira, sobre o Emelec. O artilheiro voltou de lesão e não decepcionou. Além de balançar a rede, Fred lutou, tentou ajudar na marcação e sentiu o cansaço após um mês sem atuar.

Fred desvia e abre o placar para o FluzãoAndré Mourão / Agência O Dia

"Estou morto de corpo inteiro, mas zero preocupação na questão muscular. Só cansaço mesmo", disse o atacante, que destacou a atuação do Flu:

"Fizemos um bom jogo lá e aqui fizemos um bom jogo também, com mais maturidade, sempre agredindo a equipe adversária."

Fred foi substituído no segundo tempo. Ele voltou a jogar depois de um mês fora de combate, fruto de uma lesão muscular no jogo contra o Resende. O atacante ficou até surpreso com sua atuação contra o Emelec.

"Só de me sair bem... Treinei poucas vezes com bola, fui liberado para parte técnica e treinei duas vezes. Graças a Deus fui bem no jogo", afirmou o artilheiro.

A semana do Fluminense foi conturbada. O clube teve de conviver com o doping de Michael, flagrado em exame pelo uso de cocaína. A torcida gritou o nome do jovem atacante, que também recebeu o apoio de Fred.

"Independentemente de qualquer coisa, a gente tem de se preocupar com o lado humano, vamos apoiar nossos irmãos, caso do Deco (flagrado anteriormente no antidoping) e o do Michael, que é mais complicado, mas tenho certeza de que vai sair dessa", encerrou o artilheiro tricolor.

Agora, o Flu aguarda o vencedor do duelo entre Olimpia e Tigre-ARG (o jogo de ida foi 2 a 1 a favor do clube argentino).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia