Por felippe.franco
Publicado 20/05/2013 14:29 | Atualizado 20/05/2013 14:30

Rio - Sem o Engenhão, interditado no fim de março, o Fluminense ainda sonha em mandar seus jogos pela Libertadores no Maracanã. O estádio só será liberado em julho, após a Copa das Confederações, e o presidente Peter Siemsen já está de olho no estádio para as semifinais do torneio sul-americano.

Maracanã é sonho do Fluminense para a semifinal da LibertadoresEduardo Cardoso / Agência O Dia

"O Fluminense tem o interesse de voltar a jogar no Maracanã se passar pelo difícil desafio que é o Olimpia e fazer um bom trabalho com o estádio nos próximos anos", disse à Rádio Globo.

De acordo com o mandatário, o clube já está negociando a possibilidade atuar no estádio com o consórcio vencedor do processo de licitação, mas não se aprofundou no assunto por conta de uma cláusula de sigilo.

Enquanto espera a liberação, o Fluminense segue mandando os jogos em São Januário. Nesta quarta-feira, a equipe do técnico Abel Braga enfrenta o Olimpia, do Paraguai, pelo jogo de ida das quartas de final da Libertadores.

Você pode gostar