Fluminense desiste de disputar o NBB 6

Clube não consegue recursos e, mesmo após receber convite, está fora da principal competição nacional de basquete

Por fabio.klotz

Rio - O Fluminense não vai disputar a sexta edição Novo Basquete Brasil (NBB). O Tricolor teve seu projeto aceito pela Liga Nacional de Basquete (LNB), mas não conseguiu viabilizar os recursos necessários para figurar na elite do basquete. Em nota, o clube confirmou, nesta terça-feira, que está fora do NBB 6.

O sonho tricolor em disputar o NBB 6 começou em março, quando o Fluminense começou a disputar as competições regionais de olho na elite do basquete. No triangular de acesso ao NBB, que dava duas vagas à sexta edição do Novo Basquete Brasil, o Flu ficou em terceiro, mas apresentou seu projeto à Liga e recebeu o convite para disputar o torneio. Porém, não teve êxito na busca por parceiros que viabilizassem a formação de um time de ponta.

Na semana passada, Walter Roese, que estava acertado para ser o técnico do Fluminense, anunciou que estava fora do projeto devido à demora em oficializar o acordo. Nesta terça, o Flu adiou o sonho de voltar à elite do basquete.

Confira a nota na íntegra

O Fluminense Football Club optou por agir com responsabilidade e não disputará o NBB (Novo Basquete Brasil) 2013/14. Apesar de todo apoio da Liga Nacional de Basquete, além dos esforços feitos pelas empresas que fizeram parte do projeto, a captação para viabilizar a participação do clube não atingiu os níveis que seriam necessários para honrar com a tradição dos esportes olímpicos, que é buscar o título em todas as competições que disputa.

O clube mantém seu desejo de figurar entre as equipes que fazem parte da elite do basquete brasileiro e seguirá em busca de seu objetivo.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia