Jean elogia chegada de Cícero e vê evolução tática do Fluminense

Com o meio-campo mais ofensivo, volante diz que sacrifícios são necessários para continuar marcando bem

Por edsel.britto

Rio - Acostumado a jogar mais adiantado no meio-campo, o volante Jean teve que se adaptar a nova função de primeiro homem de marcação com a chegada de Cícero. Sem um marcador de ofício, Jean destacou o trabalho feito por ele e por Cícero se revezando na marcação.

Jean elogia trabalho de Cícero e meio-campo mais ofensivo no FluRicardo Ayres / Photocamera

"O momento pede esse sacrifício. É difícil quando se tem de fazer mais de uma função, mas também é natural, até pelo fato de termos um time bastante ofensivo. Eu já joguei como primeiro volante e terceiro homem de meio-campo, o Cícero também. Vamos estar sempre trabalhando para ajudar o Fluminense. Sabemos que para ajudar o time crescer, precisamos revezar na marcação. Assim, vamos fazer o time jogar para frente e conquistar vitórias. Isso dá força aos meias e atacantes para atuarem mais tranquilos", analisou.

O Fluminense encara no próximo domingo o Atlético-PR, às 16h, na Arena Baixada que não terá público devido a punição de jogar com portões fechados sofrida pelo clube paranaense.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia